Envolvido em polêmica com Ferrari se manifesta em redes sociais

Vendedor afirma ter recebido R$ 100 mil como comissão pela venda

Após a repercussão do vídeo em que um motorista é visto dando arrancadas com uma Ferrari nas avenidas Nossa Senhora de Fátima e Homero Castelo Branco, na zona leste de Teresina, na noite da última quinta-feira (31), os supostos envolvidos se manifestaram através de redes sociais.

Nos vídeos, um homem, que afirma ser o vendedor do veículo, diz que a Ferrari foi repassada ao novo proprietário por R$ 1, 2 milhões. Em um outro vídeo, o suposto vendedor faz críticas a quem ele classificou como “lisos do Piauí” e afirma que somente com a venda da Ferrari faturou R$ 100 mil de comissão. 

Assista aos vídeos:





Na sexta-feira (01), a Polícia Militar e a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito de Teresina (Strans) se manifestaram afirmando que o motorista não cometeu nenhuma outra irregularidade além de parar sobre a faixa de pedestre, infração pela qual foi multado. Sobre a velocidade que o motorista desenvolveu nas avenidas, os órgãos de trânsito afirmaram que o mesmo só poderia ser autuado caso a situação fosse flagrada por algum radar. 

458 Spider

No vídeo, o homem menciona que o veículo é uma Ferrari 458 Spider, que custa em torno de R$ 1.650.000. De acordo com informações da montadora italiana, o veículo tem um motor V8 de 4.5 litros, com 570cv e acelera dos 0 aos 100 km/h em 3.4 segundos, chegando a uma velocidade máxima de 320 km/h.

A 458 Spider  é um dos veículos preferidos do atacante Neymar. O craque brasileiro do Paris Saint-Germain costuma postar fotos a bordo do seu exemplar do veículo em redes sociais. 

Neymar com sua 458 Spider (Crédito: Reprodução)
Neymar com sua 458 Spider (Crédito: Reprodução)


Fonte: Portal Meio Norte