Equipe de filme pode pegar 6 meses de prisão por maus tratos à cão

Os produtores ainda podem ser multados em 10 mil dólares.

A equipe de filmagem de ‘Quatro Vidas de um Cachorro’ pode pegar até seis meses de prisão por maus tratos ao Pastor Alemão Hercules. O caso vem sendo investigado pela Secretaria de Veterinária do governo canadense e caso seja confirmado que o animal foi realmente vítima de abuso, os responsáveis pela produção deverão ser processados pelas autoridades do Canadá. Além da possível prisão, os produtores ainda podem ser multados em 10 mil dólares.

As informações foram divulgadas pelo site TMZ, também responsável por vazar o vídeo em que o cachorro aparece sendo empurrado para uma piscina com ondas a contragosto. Logo após à chegada da gravação à internet, os produtores do longa divulgaram uma nota afirmando que Hercules não havia se machucado ou sido agredido de qualquer forma durante as filmagens. Eles também prometeram uma investigação interna para compreender o ocorrido.

Responsável por dublar o cão protagonista do filme, o ator Josh Gad utilizou sua conta no Twitter para expressar seu descontentamento com o vídeo. Ele disse ter ficado abalado com as imagens. Diretor do longa, o cineasta Lasse Hallstrom também expôs sua irritação. Ele classificou as imagens como "chocantes" e afirmou que não estava presente no set durante a gravação da cena. O filme ainda conta com a presença do ator Dennis Quaid no elenco.

Apesar dos pronunciamentos dos estúdios responsáveis pelo filme, os produtores da obra optaram por suspender a festa de lançamento de ‘Quatro Vidas de um Cachorro’. O filme ainda está previsto para chegar aos cinemas brasileiros dia 26 de janeiro. 


Fonte: Com informações do Extra
logomarca do portal meionorte..com