Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Esquema de segurança do Corso é definido

Uma visita técnica ao corredor da folia foi realizada na segunda-feira, quando foi acertado o esquema de segurança para o evento. A edição deste ano acontece no próximo dia 15.

Compartilhe

Com a proximidade do Corso 2020, que ocorre no dia 15 deste mês, representantes da Prefeitura Municipal, Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (Strans), Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FCMC), além da Guarda Municipal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil reuniram-se na manhã da segunda-feira (03), no estacionamento da Ponte Estaiada, para uma visita técnica. Durante a ação, os órgãos e entidades envolvidas na organização desse grande evento de Teresina decidiram o esquema de segurança para o evento.

Crédito: José Alves Filho

O Corso conta com a estimativa de público referente ao ano anterior, quase de 300 mil foliões. Este ano, cerca de mil agentes de segurança vão prestar seus serviços à comunidade. De acordo com o tenente-coronel     Canuto, coordenador-geral de Operações Adjunto, a Polícia Militar terá dois elevados na Avenida Raul Lopes. Cada elevado vai abrigar 10 policiais, metade deles vai ficar na parte inferior, para realizar revista para não permitir a entrada de garrafas de vidro.

“Os outros cinco vão ficar em cima, observando a movimentação. Vamos ter também dois cavalos fazendo patrulha da área verde, juntamente com o Batalhão Ambiental. São 10 viaturas de todas as unidades da capital fazendo o entorno do evento, principalmente no  Ininga, João XXIIII e Avenida Universitária”, falou.

De acordo com o tenente, são ações de prevenção devido o registro recorrente de furtos de veículos. Diante disso, foram acrescentados também 12 motocicletas para realizar o mesmo policiamento nas adjacências. “São 600 policiais para fornecer segurança a esse evento. Fora isso, tem a Central de Controle e outros órgãos, como a Secretaria de Segurança Pública do Piauí, e dessa vez, a Secretaria de Justiça”, declara.

Fábio Abreu, secretário de Segurança, destaca o firme controle de fiscalização com o efetivo de policiais     civis, policiais militares e novas estratégias. 

"Teremos uma equipe dentro do Centro Integrado durante o Corso de Teresina, que terá a função de monitorar pessoas que portam tornozeleira eletrônica, pois uma das vedações dessa medida cautelar é a não participação de aglomerações ou festas, e caso tenha alguém nessas condições na avenida, ele será identificado", ressalta o secretário.

Segurança terá reforço de câmeras

No Corso 2020, um corredor de acesso vai beneficiar os moradores do condomínio que fica na Avenida Raul Lopes, que em outros anos ficaram impossibilitados de deslocamento. Este ano, a STRANS assumiu o compromisso de mudar o trânsito, em parceria com a FCMC e a SSP, com apoio específico no local. Os bloqueios na ponte da Primavera e nas alças de acesso à Ponte Estaiada iniciarão às 16 horas, no dia do evento (15).

Crédito: José Alves Filho

O major Audivan Nunes, comandante da Força-Tarefa da SSP, detalha. “Este ano a diferença é que, como terá dois palcos a mais, totalizando seis, terá mais segurança, serão mais de 20 câmeras espalhadas pelo Corso. Com essa parceria com a Sejus, em caso de necessidade, estaremos prendendo suspeitos foragidos no evento. Ano passado, essa parceria resultou na prisão de uma mulher que foi reconhecida pela tecnologia das câmeras, com reconhecimento facial”, disse.(A.S.)


Cadastros de caminhões e quiosques continuam

De acordo com Abiel Martins, superintendente de Operações da Fundação Cultural Monsenhor Chaves (FCMC), a organização segue o padrão de 2019, mas com ajustes.

“É sempre um aprimoramento, diante do resultado que obtivemos no ano anterior com relação à segurança. O ano passado foi um ano bem-sucedido e vamos justamente fazer melhorias, o ajuste fino da segurança, pontuando alguma coisa que precisa melhorar”, falou Abiel. 

“Nós teremos quiosques distribuídos pela avenida. Começou na segunda-feira (3) o cadastro realizado pela Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU-Leste) para as pessoas que têm interesse em participar do espaço de vendas. É uma economia que mexe bastante com a cidade”, declara Abiel Bonfim.

A concentração dos caminhões, que não vão passar dos 50, continua no mesmo local, no Setor de Esportes da Universidade Federal do Piauí (UFPI). 

A inscrição para caminhões alegóricos é gratuita e ainda está aberta na sede da FCMC, localizada na Rua Félix Pacheco (Centro-Sul). É necessário apresentar documentação do veículo e do condutor e assinar o termo de compromisso para receber o número de inscrição.

“Para os caminhões são três prêmios de 10 mil reais nas seguintes categorias: caminhão de melhor produção, caminhão mais alegre e  caminhão mais criativo”, relata o superintendente.

E como o Corso tem se transformado em um imenso baile à fantasia, a Fundação ampliou a premiação para os foliões fantasiados. O concurso de fantasias ocorre por meio de rede social, o folião registra sua fantasia na avenida, insere a hashtag que será solicitada no perfil oficial da FCMC e concorre a mil reais. Ao todo, serão 20 mil reais em prêmios. (A.S.)


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar