Estrangeiro é encontrado morto em navio que seguia para Recife

Segundo a PM, o rapaz era solteiro e fazia a limpeza da sala.

A Polícia Federal em Pernambuco (PF) informou que um tripulante estrangeiro morreu em um navio cargueiro, durante uma viagem entre o Maranhão e o Porto de Suape, no Grande Recife. O homem, de 31 anos, era natural da Letônia. A PF abriu investigação e trata o caso, a princípio, como um acidente. Nesta segunda-feira (24), os representantes do cargueiro Piltene, de bandeira das Ilhas Marshalls, darão início aos procedimentos para liberação do corpo e repatriação.

De acordo com a polícia, o rapaz era solteiro e fazia a limpeza da sala de máquinas. Ele foi achado com vida e bastante ferido, no convés principal, na sexta-feira (14), mas o caso só teve divulgação na noite de domingo (23). O braço direito, a mandíbula e costelas estavam quebrados.

A PF revelou que o relatório do navio descreveu as circunstâncias em que o tripulante foi encontrado Segundo os dados da embarcação, ao ser achado ele recebeu os primeiros socorros.

Ele passou algumas horas imobilizado e recebeu um colar cervical, bem como controle do pulso e da respiração. O comando do navio entrou em contato com portos brasileiros para informar sobre o fato. Na noite do mesmo dia, no entanto, o jovem faleceu.

O navio atracou no Porto de Suape na segunda-feira (17), por volta das 8h. Após as inspeções normais feitas pelas autoridades portuárias, a PF começou as investigações. O corpo foi levado para o Instituto de Medicina Legal (IML), na área central do Recife.

Ao ouvir relatos de tripulantes, a PF passou a trabalhar com a hipótese de o tripulante ter sido vítima de uma queda. Oas depoimentos foram prestados pelo capitão e pelo operador de bombas.

Conforme a PF em Pernambuco, o corpo vai passar por um procedimento para ser embalsamado. Posteriormente, será entregue a parentes que residem na Rússia, onde ocorrerá o sepultamento. As despesas com translado do corpo e com a funerária ficarão a cargo dos representantes da embarcação no Brasil.



Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com