Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Estudante é atingida por giz e perde 90% da visão

Estudante é atingida por giz e perde 90% da visão

Compartilhe

Uma aluna da 6? s?rie da Escola T?cnica Estadual Bernardina Rodrigues Padilha, em Vacaria, no interior do Rio Grande do Sul, perdeu 90% da vis?o do olho esquerdo depois de ter sido atingida por um giz atirado por um colega durante a aula. Para recuperar a vis?o, a estudante ter? de fazer um transplante de c?rnea.

Segundo a diretora da escola, Laureana Guerra Damiani, o acidente aconteceu no dia 20 de novembro, durante a aula de ingl?s. Um colega de classe da estudante usou um estilingue para atirar o giz contra os alunos. O objeto atingiu diretamente o olho esquerdo da estudante, que n?o teria procurado ajuda na escola.

"Ela n?o nos comunicou do acidente. Segundo estudantes que n?s conversamos, ela foi embora na hora do intervalo e saiu por um port?o lateral e n?o pelo port?o de acesso dos estudantes", disse. De acordo com a diretora, a gravidade do caso s? chegou ao conhecimento da escola depois que o pai da menina procurou a dire??o.

Segundo a diretora, a garota teria sa?do da escola e ido para casa. Orientada pela m?e, procurou o posto de sa?de mais pr?ximo, onde fez um curativo e aplicou col?rio. Como o ferimento n?o melhorou, a estudante teve de ser encaminhada para o Hospital Geral e Ambulat?rio Central da Universidade de Caxias do Sul, a mais de 100 quil?metros da cidade, porque o hospital ? considerado refer?ncia na regi?o.

Transplante

Em Caxias, a menina passou por consultas e exames que confirmaram a necessidade de realizar um transplante, j? que ela praticamente n?o enxerga mais nada. De acordo com a m?dica oftalmologista Cl?udia Gallicchio Domingues, respons?vel pelo atendimento ? estudante, quando o giz foi atirado, ela n?o teve tempo suficiente para piscar e evitar o ferimento.

"O giz atingiu diretamente a c?rnea. O ferimento provocou uma bolha, que deixou a c?rnea opaca. Para que o raio luminoso entre no olho para formar a imagem, a c?rnea precisa ser transparente e a dela perdeu essa transpar?ncia. A ?nica sa?da para que ela volte a enxergar ? um transplante", afirmou a m?dica.

Segundo Cl?udia, a aluna s? enxerga vultos com o olho esquerdo e j? ? considerada cega pelas normas da Organiza??o Mundial da Sa?de. "A sorte dela ? que o olho direito ? perfeito. Mas, se ela tivesse problemas de vis?o, com certeza n?o conseguira fazer mais nada sozinha", disse.

Cl?udia disse ainda que o hospital possui um banco de c?rneas e que n?o ser? dif?cil conseguir uma c?rnea para realizar a cirurgia. Antes de se submeter ao transplante, no entanto, a estudante precisa esperar pelo menos uns 20 dias at? o olho desinflamar.

"Se fizermos um transplante agora, a chance de rejei??o ? muito alta", ponderou a m?dica. "A situa??o dela ? delicada, mas ? revers?vel. Tem chances de recupera??o. O problema ? que ela ter? que passar por uma cirurgia e pode demorar at? seis meses para voltar a enxergar completamente", explicou Cl?udia.

Provid?ncias na escola

Segundo a diretora do col?gio, o aluno apontado como o respons?vel por atirar o giz contra a estudante nega. "Ele est? apavorado. Diz que n?o foi ele e que n?o viu quem foi. Mas temos depoimentos de v?rias testemunhas afirmando que foi ele quem atirou o giz", disse Laureana.

O aluno ainda n?o foi punido. "Eu acredito que ele fez isso sem inten??o de machucar. Foi um ato impensado e infelizmente provocou esse acidente. Mas o que podemos fazer contra esse menor? Vamos orientar e reafirmar que usar estilingue na escola ? proibido", disse Laureana.

A diretora disse tamb?m que os funcion?rios e professores da escola est?o fazendo uma vaquinha para juntar dinheiro e ajudar nas despesas com alimenta??o da estudante, j? que ela tem que se deslocar at? Caxias do Sul uma vez por semana. O transporte est? sendo custeado pela prefeitura do munic?pio.

"Estamos muito preocupados com a situa??o dela. Desde que aconteceu o acidente ela n?o voltou mais ? aula. Mas como o ano letivo est? no fim, ela com certeza vai passar de ano, j? que sempre foi uma aluna dedicad


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar