O ex-candidato a vereador de Campo Maior, Bismarck de Castro e Silva, de 42 anos, morreu no domingo (05/08), vítima de uma doença neurológica. O comunicado da sua morte foi feito pelo Sindicato dos Empregados de Empresa de Segurança e Vigilância do Piauí.

Bismarck trabalhava como vigilante e morreu durante tratamento contra a doença de nome neurocisticercose, que é uma doença muito comum que ataca o cérebro e causa infecção no sistema nervoso central. Conhecido popularmente como "bicho do porco". O seu corpo foi enterrado no Cemitério São João, em Campo Maior.

A cisticercose é uma parasitose causada pela ingestão de água ou de alimentos como legumes, frutas ou verduras contaminados com os ovos de um tipo específico de Tênia, a Taenia solium. Pessoas que têm esta tênia no intestino, podem não desenvolver cisticercose, mas liberam ovos nas fezes que podem contaminar legumes ou carnes, provocando a doença em outras pessoas.