Exército inicia reparos em ponte interditada no litoral do Piauí

Obra definitiva na ponte segue sem prazo de início

Militares do 3º Batalhão de Engenharia e Construção do Exército (3º BEC) iniciaram, no último sábado (22), os trabalhos de recuperação da Ponte do Retiro, na BR-402, trecho que liga os estados do Piauí e Ceará. Inicialmente, os militares estão demolindo a laje que ameaça ruir para, em seguida, pranchões metálicos. 

A reforma definitiva da ponte é de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). De acordo com o órgão, a reforma da estrutura depende de uma análise técnica que deve ser realizada na ponte, ainda sem previsão de acontecer. 

Homens do Exército trabalham nos reparos da ponte (Crédito: Reprodução)
Homens do Exército trabalham nos reparos da ponte (Crédito: Reprodução)

O tráfego em uma das faixas da ponte, que está interditada desde a última quarta-feira (19), foi reestabelecido na tarde deste domingo (23), mas somente para veículos leves. Veículos pesados, como caminhões, ônibus e carretas, continuam impedidos de cruzar a ponte. 

A ponte é importante elo de ligação entre o litoral piauiense e cidades turísticas importantes do Ceará, como Camocim e Jijoca de Jericoacoara. 

PRF interditou a ponte na última quarta (19) (Crédito: Reprodução)
PRF interditou a ponte na última quarta (19) (Crédito: Reprodução)
PRF interditou a ponte na última quarta (19) (Crédito: Reprodução)
PRF interditou a ponte na última quarta (19) (Crédito: Reprodução)


Fonte: Portal Meio Norte