Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Famílias são removidas de áreas de risco de enchentes em Teresina

Algumas áreas já foram alagadas, como o Parque Encontro dos Rios, assim como algumas casas do bairro Poti Velho, na zona norte, e Terra Prometida, na zona sul de Teresina.

Compartilhe

Técnicos da Defesa Civil e das Superintendências de Desenvolvimento Urbano (SDU’s) estiveram nesta quarta-feira (18) fazendo a remoção de 64 famílias que se encontravam em áreas de risco de enchentes em Teresina. De acordo com o levantamento feito pela Defesa Civil, 28 famílias foram removidas na Vila Beira Rio, próximo a Curva São Paulo. Foram retiradas ainda 32 que estavam na Terra Prometida, na zona Sul de Teresina e 04 no bairro Poty Velho, na zona Norte da capital.

“Nós percorremos todas as áreas que sofreram algum tipo de alagamento por conta do aumento do nível dos rios nos últimos dias. A remoção dessas 64 famílias mostra que a estratégia preventiva adotada pela Prefeitura de Teresina foi acertada. Essas pessoas serão incluídas no programa Cidade Solidária que passará a atender mais de 360 famílias desde o início do período chuvoso em Teresina”, disse o secretário de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI), Samuel Silveira. 

Ascom

Nesta terça-feira (17), o nível do rio Poti em Teresina apresentou uma elevação no valor de 3,65 m. A cota do rio era 9,86 m, 86 cm acima da cota de alerta (9,00 m). As medições do Serviço Geológico Brasileiro (CPRM)  indicaram ainda que cota do rio chegasse a 10,48 m, portanto 48 cm acima da cota de inundação, que é 10,0 m. Com isso, as águas avançaram, atingindo muitas famílias e pontos de alagamentos pela capital. 

Algumas áreas já foram alagadas, como o Parque Encontro dos Rios, assim como algumas casas do bairro Poti Velho, na zona norte, e Terra Prometida, na zona sul de Teresina. 


Em paralelo ao trabalho da Defesa Civil, os técnicos das SDU’s também participaram da remoção e fizeram um pré-cadastro das famílias para a inclusão nos programas sociais existentes, no intuito de evitar qualquer tipo de aglomeração de pessoas nos colégios e em outros espaços públicos, devido a política de prevenção ao novo coronavírus.

“O nível dos rios tiveram uma redução, apesar da chuva que atingiu a cidade de Teresina na noite de ontem. No entanto, como política de prevenção da Prefeitura de Teresina, nós conseguimos fazer a remoção dessas famílias e a inclusão no programa Cidade Solidária, onde elas ficarão abrigadas em casa de parentes ou no aluguel de algum outro imóvel durante esse período chuvoso. Novos atendimentos estão sendo programados em outras zonas de Teresina para evitar qualquer tipo de transtorno nos próximos dias”, explicou Deolindo Nascimento, coordenador da Defesa Civil Municipal.

Além do apoio financeiro, o Comitê de Gerenciamento de Crise da Semcaspi vai dispor de kits de acolhimentos, higiene, limpeza e alimentação para atender a demanda das vítimas. Para fazer o acionamento da Defesa Civil,  a Prefeitura de Teresina disponibiliza para a população o número 153. A ligação para o número é gratuita e permite que os teresinenses solicitem ao órgão o monitoramento, que pode ajudar na identificação e remoção das áreas de risco.

Influenciam na elevação do nível do rio a chegada das águas da barragem de Boa Esperança e de outras águas vindas de barragens rompidas no Ceará. Na cidade de Prata, a régua estabilizou na noite de ontem em torno da cota 10, que é o nível considerado de inundação.

Com informações da PMT




Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar