Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Famoso massagista é acusado de abusar sexualmente de mulheres

Vítima disse que Nelson Lemoine passou a mão na genitália dela durante uma manobra de massagem

Compartilhe
Google Whatsapp

A Polícia Civil de São Paulo investiga denúncias de abuso sexual contra um massagista famoso nas redes sociais. Uma vítima prestou depoimento na 3ª Delegacia da Mulher (DDM) Butantã nesta segunda-feira (23) e disse que Nelson Lemoine passou a mão na genitália dela durante uma manobra de massagem. A identidade dela está sendo preservada.

Nelson atendia na Clínica l'Avenir, no bairro do Morumbi, Zona Sul de São Paulo. Em sua conta no Instagram, ele posava com famosos, como a atriz Kéfera Buchmann. Nesta semana, ele suspendeu a conta na rede social.

A vítima contou que era cliente da clínica há um ano e que fazia um tratamento de realinhamento da coluna com outros profissionais do local. No final de abril, Nelson foi designado para atendê-la.

"Eu já conhecia o procedimento e notei que ele fez coisas que não faziam parte. Tem uma manobra em que é colocada a mão no bumbum. Nesse momento ele colocou a mão por dentro da minha calça, passou a mão no bumbum e na minha genitália", conta ela.

A vítima disse que ficou "em choque". "Eu sabia que aquilo não fazia parte do procedimento, mas na hora a gente fica tão em choque que não sabe o que fazer. Eu não conseguia acreditar que aquilo estava acontecendo", relata.

Nas redes sociais e no site da clínica, ele se apresentava como fisioterapeuta, mas sua defesa diz que ele nunca se apresentou como tal. "Nelson nunca se intitulou fisioterapeuta e possui certificados de massoterapia", diz o advogado Juvenil Alves.

"O foco de todas as acusações e leviandades perpetradas nas mídias sociais, é exatamente abalar e manchar a imagem do sr. Nelson, primeiro de forma pessoal, e por consequência, da forma profissional", diz Alves, em nota.

O advogado diz ainda que as denúncias são tentativas do sócio de Nelson na clínica de difamá-lo. Alves diz que o sócio divulga que inventou a técnica "Body Alignment", mas que, na verdade, foi criada por Nelson em 2015.

A delegada Mônica Gamboa instaurou um inquérito policial na semana passada para apurar crimes contra a dignidade sexual supostamente ocorridos durante sessões de fisioterapia. Em nota, ela diz que a investigação se encontra em fase inicial e que foram apresentados documentos sobre os fatos. A polícia acredita que mais vítimas ainda possam vir a denunciar Nelson.

Sobre as denúncias de abuso sexual, a defesa diz que Nelson está à disposição das autoridades policiais e que é o maior interessado em esclarecer os fatos.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se