mais

Fiscalização da venda de gás de cozinha segue até o final de julho

Fiscalização é para venda do produto está ocorrendo de forma

O Instituto de Metrologia do Piauí iniciou segunda-feira (13) a segunda etapa da “Operação Gás LP”, para fiscalizar a comercialização de botijões de gás Liquefeito de Petróleo (GLP) na capital.

A operação, iniciada na última quarta-feira (8), será estendida até o dia 31 de julho deste ano e tem como objetivo identificar se a venda do produto está ocorrendo de forma irregular na cidade. Além do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar, os fiscais do Imepi terão a companhia de uma comissão de vereadores de Teresina.

“Depois que compram o botijão de gás de cozinha muitos consumidores reclamam, que o produto está abaixo do peso anunciado pelos comerciantes”, afirma o vereador Edilberto Borges, autor do requerimento enviado pela CMT ao Imepi, solicitando a fiscalização.

De acordo com o diretor geral do Imepi, Maycom Danilo, o peso obrigatório para revenda do botijão é de 28 kg, sendo 15 kg do recipiente, mais 13 kg do combustível.

“Essa operação é importante para que os consumidores tenham os seus direitos respeitados e os culpados por essa prática ilegal sejam punidos”, ressalta Danilo.

Todos os depósitos e postos de revenda de GLP da capital deverão ser fiscalizados até o fim desse mês. Os comerciantes acompanharão toda a análise definitiva dos botijões no próprio local de comercialização e, em caso de irregularidade, o material é isolado, gerando multa entre R$ 100 a R$ 1,5 milhão pelo fabricante ou revendedor, dependendo de qual dos dois foi responsável pela irregularidade.

Os fiscais também irão fiscalizar o estado físico dos botijões, observando, por exemplo, se existem partes amassadas ou lacre rompido nos vasilhames.

Tópicos

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail