Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

FMS diz que nenhum morador de rua foi diagnosticado com Covid-19

Desde o início da pandemia, o Consultório na Rua já atendeu a 455 moradores de rua e passou a realizar busca ativa dos sintomáticos em todas as zonas da cidade.

Compartilhe

Cerca de 48 pessoas em situação de rua apresentaram sintomas gripais em Teresina no período de março a maio desse ano, mas nenhuma foi diagnosticada com a Covid-19. O dado é do Consultório na Rua, da Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina, que leva ações de saúde a esse público e, nesse período de pandemia, tem reforçado os cuidados e o monitoramento dos casos.

Desde o início da pandemia, o Consultório na Rua já atendeu a 455 moradores de rua e passou a realizar busca ativa dos sintomáticos em todas as zonas da cidade. “Também realizamos ações educativas para esclarecer sobre o coronavírus, espalhamos recipientes com sabão líquido em praças e distribuímos kits de higiene para esse público”, explica a assistente social Melissa Lima.

Divulgação

Durante a abordagem feita pela equipe de saúde, os moradores em situação de rua são orientados sobre a importância do autocuidado. “Eles são orientados, por exemplo, a se higienizarem, a não compartilharem garrafas de bebida, a manterem distância dos seus colegas e a procurarem serviço de saúde, caso sintam sintomas similares à gripe”, ressalta a assistente social.

Melissa Lima alerta que essa população está crescendo a cada dia e pessoas que tinham vida organizada, agora estão se tornando os chamados moradores de rua. “É preciso que a gente veja as suas histórias de vida e acabe com o preconceito. Nessa pandemia, propomos à sociedade um novo olhar aos moradores em situação de vulnerabilidade e de rua”, afirma.

O presidente da FMS, Manoel de Moura Neto, relembra que, antes, as pessoas em situação de rua eram excluídas dos serviços públicos. “Hoje, é possível contar com o atendimento humanizado do Consultório na Rua e, durante a pandemia, a Prefeitura de Teresina também está garantindo abrigo para esse público no estádio Lindolfo Monteiro”.

O Consultório na Rua possui equipe de médico, enfermeiro, assistente social, psicólogo e redutor de danos. Diariamente, eles circulam em uma van levando serviços de saúde para pessoas em situação de rua.

Já no abrigo montado no Estádio Lindolfo Monteiro, a FMS está mantendo equipes exclusivas para os moradores de rua que aceitaram acolhimento no local. O espaço possui capacidade para atender a 70 pessoas. Atualmente, cerca de 35 se encontram abrigadas no local.

Com informações da PMT


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar