Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

FMS e Águas de Teresina começam a distribuir panfletos sobre mosquito

Distribuição inicia nesta quinta-feira (18) junto com a fatura da conta de água

Compartilhe
Google Whatsapp

A partir desta quinta-feira (18), os profissionais leituristas da empresa Águas de Teresina irão começar a entregar, além da fatura de água mensal, cerca de 50 mil panfletos sobre o mosquito Aedes Aegypti nas residências da capital piauiense. A ideia partiu da Diretoria de Vigilância em Saúde da Fundação Municipal de Saúde (FMS), que forneceu o material educativo e recentemente ministrou palestra sobre o tema com o intuito de diminuir os índices de Dengue, Zika e Chikungunya.

De acordo com o presidente da FMS, Charles Silveira, a entrega dos panfletos trará efeito positivo, já que a educação é fundamental no combate ao mosquito. Ele ainda afirma que a Fundação realiza inúmeras atividades contra a propagação do mosquito no decorrer do ano. “Nessa luta, que é a favor da saúde e da vida, nós contamos com o apoio da população, que com atitudes bastante simples, como a inspeção semanal de sua própria casa para evitar o acúmulo de água parada, pode impedir a proliferação do Aedes Aegypti”.

Recentemente, a FMS divulgou que houve aumento do número de criadouros do mosquito em 103 bairros da capital e que Teresina apresentou médio risco de infestação pelo mosquito Aedes Aegypti. “O número das arboviroses em humanos está aumentando. Diante disso, nós chamamos a atenção da população, para que não fique criando mosquito. As doenças transmitidas pelo inseto são perigosas e podem levar a morte do indivíduo.”, destaca Amariles Borba, diretora de Vigilância em Saúde da FMS.

O gerente de Sustentabilidade da empresa Águas de Teresina, Pedro Alves, destacou que “é um prazer participar desse processo. Tivemos período maior de chuvas, quantidade maior de águas e isso tudo é favorável para a proliferação do mosquito. Esse material educativo traz informações para quebrar o ciclo do Aedes Aegypti, nosso velho inimigo e é importante que todos façam a sua parte”, finaliza.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×