FMS informa que acamados podem ligar e agendar vacina domiciliar

Pessoas acamadas sem coberta do PSF podem fazer agendamento

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) tem como meta imunizar 178.981 pessoas contra a gripe na Campanha de Vacinação 2017, que segue até o dia 26 de maio, com o dia de mobilização nacional marcado para o dia 13. As pessoas acamadas, que moram em áreas descobertas pelo Programa Saúde da Família podem entrar em contato com a Diretoria de Vigilância em Saúde para agendar sua vacina domiciliar através do telefone 3215-7736, de 7h às 14h.


“Já os professores da rede pública e privada podem, junto com todas as outras pessoas do público alvo da campanha, irem às Unidades de Saúde, comprovando sua profissão, e vacinarem normalmente”, afirma Amariles Borba, diretora de Vigilância em Saúde da FMS.


A meta em Teresina é vacinar 20.901 crianças de 6 meses a 2 anos;  35.401 crianças de 2 a 4 anos; 18.590 trabalhadores da Saúde; 10.451 gestantes; 1.718 puérperas; 70401 idosos; 21.439 comorbidades.

Este ano o Ministério da Saúde estipulou que a meta é atingir 90% do público alvo (diferente do ano passado que era 80%). A Campanha de vacinação contra a gripe começou dia 17 de abril. Até o dia 26 de maio, todas as 104 salas de vacina da capital estarão vacinando contra os tipos mais graves da doença, que são os tipos B, A H1N1 e A H3N2. A imunização tem validade de um ano.


“Gripe comum não é doença de notificação compulsória. O que existe de notificação são as Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG). Em 2016, aconteceu um óbito por Influenza em Teresina e 26 internações por outras infecções respiratórias não identificadas. Em 2017, foram quatro internações por Influenza H3N2, uma internação por Influenza B, sete por Síndrome Respiratória Aguda Grave não especificada, 25 aguardando resultado de exames, sendo 37 residentes de Teresina e 57 de residentes e de outros locais”, explica Amariles Borba, diretora de Vigilância em Saúde da FMS.


Em 2017 também, tiveram 6.595 casos de Síndrome Gripal que não precisa de internação e 176 casos de pneumonia em Teresina. Os grupos prioritários para a vacinação contra a gripe são os maiores de 60 anos, as crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional. Para este ano, mais um grupo terá direito à vacina contra a gripe, que é a dos professores da rede pública e privada, mediante comprovação de sua profissão.                

A influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. É de elevada transmissibilidade e distribuição global, com tendência a se disseminar facilmente em epidemias sazonais e também podendo causar pandemias. A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém‐contaminadas por secreções respiratórias pode levar o agente infeccioso direto a boca, olhos e nariz.


Fonte: Portal MN