Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Forte de Coimbra (MS) receberá projeto de intervenção

Objetivo é realizar melhorias preventivas para manter o bom funcionamento do patrimônio que data do final do século 18

Forte de Coimbra (MS) receberá projeto de intervenção
Forte de Coimbra (MS) teve papel fundamental na consolidação da fronteira oeste do Brasil | Iphan
Compartilhe

De importância ímpar para a constituição do território nacional e defesa das fronteiras brasileiras, o Forte de Coimbra, localizado no pantanal sul-mato-grossense, receberá projetos de melhorias visando manter o bom funcionamento do patrimônio. A iniciativa do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Mato Grosso do Sul (Iphan-MS), que terá um aporte de aproximadamente R$ 385 mil, será elaborada por empresa especializada, contratada por meio de licitação e terá todo o processo de execução acompanhado pelo Instituto.

Dentre as intervenções previstas, está a readequação dos espaços internos e do uso do forte para visitações, assim como trabalhos na rede de reservatórios de água e nas instalações elétricas. O Exército Brasileiro, responsável pela edificação, terá participação ativa nas discussões dos projetos arquitetônico, de intervenção e complementares que devem ser entregues no prazo de dez meses.

O FORTE - O Forte de Coimbra, construído no século XVIII, foi cenário de diversas batalhas entre portugueses e espanhóis. Durante a Guerra do Paraguai (1864 a 1870), teve papel importante nas batalhas travadas, sendo fundamental para a consolidação da fronteira oeste do Brasil.

Toda sua peculiaridade fez com que a edificação militar integrasse o conjunto de fortes brasileiros candidatos a Patrimônio Mundial. O reconhecimento nacional veio em 1974, quando foi registrado como o primeiro forte tombado pelo Iphan no território do Mato Grosso do Sul.

Sucessivamente atacado por guaicurus no final do século XVIII, por espanhóis em 1801 e por paraguaios em 1864, o Forte de Coimbra passou por diversas recomposições e adaptações, até uma última reforma pelo Exército em 1908. O Forte tem como atrações visita à parte alta da construção, de onde se observa o rio Paraguai ao lado de antigos canhões, além do passeio à vila de moradores e à gruta Buraco do Soturno.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar