Alexandre Frota foi eleito no último domingo (07) deputado federal com 155 mil votos em São Paulo e pode ser preso caso não pague em três dias a dívida de pensão alimentícia que tem com o filho, Mayã Frota, de 18 anos.

O processo que o rapaz abriu contra o pai na última semana teve mais uma movimentação. E a Justiça pediu a soma da dívida, que chega a cerca de R$ 60 mil. Frota não podia ser preso durante o período que antecedeu a eleição e que vai até a meia-noite desta terça-feira, 9.

A causa começou com o valor de R$ 9.176,24 e foi acrescida de juros e correção pela inadimplência do ex-ator. Eleito, Frota ainda não foi diplomado e portanto ainda não tem foro privilegiado como deputado.

Ao receber o resultado das urnas, o filho de Frota, Mayã desabafou sobre o pai, que nunca quis conviver com ele desde a infância. Hoje o garoto mora na Antuérpia, Bélgica, com a mãe, Samantha Gondim, e a nova família.

\"Mayã
Mayã Frota atacou o pai após resultado das urnas (Crédito: Reprodução/ Instagram)

Alexandre Frota foi apontado pelo filho como “ex-ator pornô e ex-viciado em cocaína”, acusado de não pagar a pensão alimentícia requerida na Justiça e ainda de sugerir abortá-lo

Alexandre Frota usou seu perfil no Facebook para responder as acusações de Mayã. “O Mayã resolveu me atacar com esse post, achando que vou ficar perturbado. Com 18 anos na cara prestes a fazer 19 faz parte dessa geração revoltadinha”, escreveu o agora político.

“É fruto de uma transa”

Há alguns anos atrás, em entrevista à Revista Quem, Frota polemizou sobre o reconhecimento e convívio com Mayã.

“É um bloqueio muito simples o que eu tenho com o Mayã. Meus pais se separaram quando eu tinha 9 anos. Muito cedo eu estava sozinho na guerra. Outra coisa: eu não me preparei para ter esse filho. Ele não é fruto de um amor. É fruto de uma transa. A criança não tem culpa, é a frase chavão. Só que eu também não. Nasceu. Eu não fujo das minhas obrigações como pai. Dou dinheiro e faço tudo para estar junto nas datas, minha mãe e minha irmã são loucas por ele. Só que eu tenho que ser sincero. Eu não aceito. E não vou para psicólogo, para analista nenhum, não é a hora. Mais para frente, se eu quiser procurar ele e ele me aceitar está ótimo, se não quiser, está valendo. A vida é assim. Só que há poucos dias, eu comecei a conviver com o Enzo Gabriel, que tem 4 anos e é filho da minha namorada. Levo o Enzo para a escola, troco fralda, vou ao judô, ao cinema, ao teatro, brinco. Eu comecei a pensar, sabe... eu perdi um tempo com o meu filho. Uma criança de 4 anos está ensinando um homem de quase 50 anos a viver. Isso talvez um dia me aproxime do Mayã”.

Atacado na web

Após o desabafo sobre o pai e a história de sua vida, Mayã foi duramente atacado por eleitores de Alexandre Frota. Hoje o garoto vive na Antuérpia, na Bélgica, com a mãe e a nova família.

\"Mayã
Mayã Frota e a mãe, a personal trainer, Samantha Gondim (Crédito: Reprodução/ Instagram)

Frota ironiza fato de ex-ator pornô entrar no Congresso

Eleito deputado federal pelo PSL com mais de 155 mil votos, Alexandre Frota diz estar preparado para ocupar o seu lugar no Congresso Nacional a partir de janeiro do ano que vem. 

Ex-ator de filmes pornôs, Frota, que se define como alguém de \"alma conservadora\" e com ideias liberais, acredita que os parlamentares não terão dificuldade em aceitá-lo. \"Eles não vão ter dificuldade porque lá dentro já é a putaria. Os maiores atores e atrizes pornôs já estão lá dentro. Eu só vou me colocar junto ao elenco\", ironiza.

Frota compara a eleição a uma guerra (ele se declara antipetista e soldado do candidato à presidência Jair Bolsonaro a quem trata como capitão) que não terá fim após o segundo turno. E ele diz quem serão seus adversários: \"[Vai lutar] Contra os ladrões e os bandidos corruptos, que jogam contra a nossa nação. Basta levar a lista da Odebrecht debaixo do braço e escolher um ali e começar a falar. Esses vão ser meus inimigos\", afirma.

\"
(Crédito: Divulgação)

Ele diz não temer a discussão de pautas polêmicas, como a reforma da Previdência, e promete que será independente. \"Não ficarei amarrado e pressionado por partido nenhum. O partido não me deu um centavo\", explicou.

Segundo o DivulgaCand (Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais) do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o ator recebeu R$ 8.569,97 para a campanha, mas sem repasse do fundo partidário.

Defensor de Bolsonaro, Frota diz que o candidato à presidência não deve ser julgado por opiniões manifestadas no passado que sejam de cunho homofóbico. 

\"Não pode haver essa heterofobia contra o Jair. O que ele falou no passado pode rever no presente para fazer um novo futuro. Não podemos nos pegar ao que ele falou no passado. As pessoas estão aptas a mudar. Muito do que ele falou falou hoje ele enxerga de outra maneira. Quantas besteiras já ouvimos o Lula falar e tentando consertar?\", compara.

Benefícios como deputado

Alexandre Frota promete que abrirá mão de benefícios a que tem direito como deputado federal. \"Assim como fiz a minha campanha com quase nada, todo benefício que eu puder transformar em cesta básica ou ou reverter para alguma instituição eu vou fazer. Para que eu quero auxílio paletó? Eu tenho pelo menos dez amigos donos de grandes marcas de paletó. Eles já me ligaram para eu pegar quantos eu quiser\", afirma.