Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Garota foge de casa por não aguentar mais ser estuprada por padrasto

Adolescente de 16 anos e sua irmã sofriam abusos sexuais dentro de casa

Compartilhe
Google Whatsapp

Mais um caso de violência sexual no seio familiar foi denunciado no domingo (20). Após uma adolescente de 16 anos fugir de casa, a mãe descobriu que ela e a irmã, de 12 anos, eram estupradas pelo padrasto – marido da mãe, de 38 anos. O crime acontecia dentro da casa da família, no Bairro Residencial Jonas Pinheiro, em Cuiabá.

Segundo o boletim de ocorrência, a menor fugiu de casa e mandou mensagem para uma amiga, no WhatsApp, dizendo ter fugido por causa do padrasto, que não aguentava mais ficar em casa, aguentando “tudo calada” e que se continuasse na residência iria se matar.

Em conversa com a amiga da filha, a mãe chegou à conclusão de que a fuga tinha algo relacionado com abuso sexual contra a menina e resolveu conversar com a outra filha, para saber se ela também havia sido vítima do padrasto.

Assim que começou a falar com a adolescente, esta começou a chorar e contou que por duas vezes o padrasto havia tentado praticar abusos contra ela, ambas enquanto ela dormia. Em uma das vezes, ele chegou a voltar quando ela já estava acordada e tentou novamente. Aos prantos, a menina relatou que teme ter sofrido algum abuso enquanto dormia, visto que tem sono muito pesado, e, por estar apavorada, não tem dormido direito. A menina disse nunca ter contado para a mãe por medo de o padrasto fazer algo contra a família.

A mãe acionou a Polícia Militar, contou os relatos das filhas e disse que o marido ingere muita bebida alcoólica e sempre fica agressivo.

O suspeito foi preso e encaminhado à Central de Flagrantes de Cuiabá, onde o caso foi registrado como estupro de vulnerável.

A adolescente que fugiu de casa tem mantido contato com amigos e, algumas vezes, com a mãe, dizendo estar segura, mas que não pode conversar muito. Até o registro da ocorrência ela não havia sido encontrada.

(Com informações: O Livre)



Siga nosso canal no telegram
Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto