Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Google defende regras globais para proteger dados on-line

Google defende regras globais para proteger dados on-line

Compartilhe

A Google, uma das maiores empresas mundiais da ?rea da internet, quer que sejam adotadas regras para que informa?es confidenciais fornecidas pelos internautas aos sites sejam protegidas da mesma forma em todo o mundo.

O conselheiro de privacidade da Google, Peter Fleischer, apresentou a proposta nesta sexta-feira em uma confer?ncia da Unesco (Organiza??o das Na?es Unidas para Educa??o, Ci?ncia e Cultura) na Fran?a.

Ele pediu ? ag?ncia da ONU que governantes e membros do mundo empresarial ajudem a proteger a privacidade dos usu?rios antes que a rede sofra uma "crise de confian?a".

Internautas de todo o mundo fornecem aos diversos sites, inclusive os ligados ? Google, informa?es pessoais como n?meros de telefone e de cart?es de cr?dito, fotos e e-mails, que podem ser usadas para cometer crimes. Mas Fleischer disse acreditar que muitos pa?ses n?o oferecem a seguran?a necess?ria para os usu?rios.

Na Europa, por exemplo, h? regras que protegem a confidencialidade dos dados, mas elas foram estabelecidas em 1995 antes do uso comercial da internet se popularizar. Nos Estados Unidos, n?o h? leis nacionais que garantam a privacidade dos internautas, mas cada Estado ou setor comercial pode estabelecer suas regras.

No Brasil, n?o h? nenhuma lei espec?fica protegendo a privacidade dos usu?rios da web, assegurando a confidencialidade de suas informa?es pessoais, mas h? projetos a respeito em tramita??o no Congresso.

"Os pa?ses que t?m regimes de prote??o ? privacidade, que n?o s?o a maioria, seguem modelos diferentes", disse Fleischer. "Os cidad?os perdem com isso, porque n?o sabem ao certo quais direitos t?m."

A situa??o se complica mais devido ao fato de que "cada vez que uma pessoa usa um cart?o de cr?dito [na internet], a informa??o pode atravessar seis ou sete fronteiras nacionais".

O pedido da Google acontece tr?s meses depois da divulga??o de um ranking de pol?tica de privacidade elaborado pela organiza??o Privacy International em que a gigante da internet ficou em ?ltimo lugar.

A Google que controla a maior p?gina de buscas da internet e o site de relacionamentos Orkut, foi a ?nica empresa qualificada pela ONG como "hostil" ? privacidade no ranking, que lista v?rias companhias e sites da internet de acordo com a forma como eles lidam com dados pessoais.

Empresas que atuam nos setores de avia??o e com?rcio j? adotam padr?es globais para proteger informa?es confidenciais fornecidas pelos consumidores.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar