Governo decreta luto pela morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia

Governador Wellington Dias cancelou compromissos agendados.

O Piauí está de luto pelo falecimento, nesta sexta-feira (3), da ex-primeira-dama do Brasil, dona Marisa Letícia, esposa do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, que sofreu morte cerebral em decorrência de um acidente vascular cerebral (AVC). O Governo do Estado publicou o decreto nº 16.991/17, declarando luto oficial por três dias.

O governador Wellington Dias cancelou compromissos agendados, inclusive viagem oficial aos municípios de Picos e Parnaíba, e embarcou para São Paulo, a fim de participar das últimas homenagens à ex-primeira-dama. O velório será realizado na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP).

“Mais do que a mulher do Lula, como a gente se acostumou a lembrar dela, Dona Marisa Letícia foi uma pessoa que atuou como militante do Partido dos Trabalhadores, tendo participado de momentos importantes e decisivos nas grandes questões nacionais. Coube-lhe ser atuante em várias ações do Partido dos Trabalhadores das mais complexas às mais singelas e não menos simbólicas como, por exemplo, a confecção da primeira bandeira do PT, na década de 1980, da qual ela participou e costumava lembrar disso com orgulho”, declarou Wellington Dias em nota.

O governador referiu-se à dona Marisa como mulher incansável, pessoa honesta, simples e com muito amor pela família, pelo Brasil e por Lula. “Uma das lembranças mais marcantes que tenho é o momento das caravanas quando viajava com o marido conhecendo as peculiaridades de cada pedaço deste chão brasileiro e compreendendo o perfil social e econômico de cada região. Ela esteve várias vezes no Piauí, onde tive a oportunidade de conhecê-la”, destacou o governador.


Fonte: Assessoria
logomarca do portal meionorte..com