Governo homenageia médicos cubanos que atuaram no Piauí

A solenidade é um agradecimento pelos resultados alcançados

O governador Wellington Dias e o secretário de Estado da Saúde, Francisco Costa, farão uma homenagem, nesta segunda-feira (24), às 10h30, no Palácio de Karnak, a 132 profissionais cooperados do Programa Mais Médicos que encerram sua atuação de três anos. A solenidade é um agradecimento pelos resultados alcançados na saúde primária, por estes profissionais, durante missão em 78 municípios no Piauí.

O bom desempenho deles é confirmado pela dona Antônia Ventura da Silva, 68 anos, residente em Esperantina. “Estou muito satisfeita. Só de pegar na gente e a atenção deles já é o suficiente. Esse é o médico do povo, mas é uma pena que já vão embora”, lamenta.

O município de Esperantina, a 180 km ao norte da capital, conta com 10 médicos cubanos, sendo que seis deles concluem suas atividades no município até janeiro de 2017.

Atuando neste município desde 2014, o médico cubano, Juan Carlos Fernandez conta que esta é uma experiência muito enriquecedora. “Lá em Cuba nós formamos um sistema que prioriza a atenção primaria, que é a prevenção e a promoção da saúde. Aqui tem muitas doenças que não temos lá e esse contato com a população enriquece a minha profisionalidade já que não é a mesma coisa de vermos nos livros”.

Sobre a hospitalidade, Juan complementa: “as pessoas daqui são muito simples, generosas e com elas pude ver o resultado do trabalho, pois elas seguem as orientações de saúde que passamos. E o que podemos oferecer com isso é a seguridade que a população terá um médico todo tempo aqui”.

Para a secretária municipal de Saúde, de Esperantina, Fátima Alves, essa foi uma experiência muito positiva e “acredito que todos os municípios que receberam esses profissionais estão muito satisfeitos com a atuação dos cubanos, principalmente pela humanização que eles colocam no atendimento”.

Programa Mais Médicos

O Programa Mais Médicos, criado em 2013 ainda no governo da ex-presidente Dilma Rousseff, é uma ação do Governo Federal, com apoio de estados e municípios, que promove a melhoria do atendimento aos usuários das Unidades Básicas de Saúde (UBS), e leva mais médicos para regiões onde há escassez ou ausência desses profissionais.

O programa busca resolver a questão emergencial do atendimento básico ao cidadão, mas também cria condições para continuar a garantir um atendimento qualificado no futuro para aqueles que acessam cotidianamente o SUS.

Pelo Mais Médicos, atuam no estado cerca de 349 profissionais, sendo que 256 deles são de origem cubana.

Fonte: Com informações do Portal do Governo
logomarca do portal meionorte..com