Governo homologa renovação de funcionamento de mais de 600 escolas

664 unidades escolares integrantes da rede pública estadual.

O Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), homologou a renovação de autorização de funcionamento 664 unidades escolares integrantes da rede pública estadual do Piauí, durante solenidade alusiva aos 54 anos de atividades do Conselho Estadual de Educação do Piauí (CEE-PI), no Auditório do Instituto de Educação Antonino Freire. O governador Wellington Dias e a secretária de Estado da Educação, Rejane Dias, estiveram presentes e foram homenageados com a Medalha do Mérito Educacional “Monsenhor José Luiz Barbosa Cortez”.

Quem também recebeu a honraria foi o professor de matemática de Cocal, José do Amaral. Na oportunidade, a secretária Rejane Dias mencionou a importância do conselho como regulamentador das políticas de educação, não só da rede pública estadual, como também nos municípios e na rede privada.

“O funcionamento das escolas precisa passar pelo aval do conselho, esse órgão deliberativo e consultivo e que garante que cada unidade escolar preencha os requisitos necessários, para que funcione com as melhores condições para os alunos, professores e comunidade escolar. Aproveito, nessa solenidade alusiva aos 54 anos do conselho, para agradecer pela parceria entre o órgão e a Secretaria da Educação, sempre trabalhando juntos para avançar na melhoria e na qualidade das nossas escolas”, disse a gestora.

Para a presidente do CEE-PI, Maria Xavier, o maior mérito é garantir as boas condições de funcionamento das escolas. De acordo com ela, hoje, no Piauí, além da 664 escolas da rede pública estadual, existem 418 escolas da rede privada e 54 de educação tecnológica, sem contar com as redes municipais, que possuem 98 munícipios que funcionam de forma autônoma.

“É muito trabalho, mas tem tido resultado, reduzido a “quitandas” que funcionavam sem qualquer conforto ou até mesmo apenas para a venda de diplomas. Isso, graças à atuação do conselho e do acompanhamento do Ministério Público e da Secretaria da Educação”, revelou Maria Xavier.

Na oportunidade, a presidente do conselho colocou o posicionamento do órgão sobre uma polêmica que tomou conta das redes sociais e da mídia referente à proibição das aulas aos sábados. “A constituição garante que os alunos têm o direito de 800 horas aulas por ano e é nesse sentindo que vamos nos posicionar”, disse Xavier.

O governador Wellington Dias disse que o conselho e todos que o compuseram nestes 54 anos merecem ser homenageados, “pelo trabalho de planejar toda a educação no estado do Piauí. Com isso, ajudar a avançar e alcançar inovações como a mediação tecnológica, o Programa de Alfabetização de Jovens e Adultos, a Alfabetização na idade certa e o Pronatec. Poder trabalhar com as escolas famílias agrícolas, com as pessoas com deficiência. E agora vamos ser o primeiro estado no Brasil a regulamentar o Programa Certifique, que permite que aquele pedreiro, cozinheiro, a costureira, que são bons no que fazem, mas que ainda não têm o certificado da sua profissão, possam ser ainda mais qualificados. E que permitirá ainda, que até 2019, o Piauí seja o único estado do mundo a ter todos os municípios com o ciclo completo da educação”.

Fonte: Portal Meio Norte
logomarca do portal meionorte..com