Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Grande Dirceu é a região que mais atrai empresas

Com os investimentos significativos, a região tem despertado interesse também de grandes empreendimentos, inclusive de empresas nacionais.

Compartilhe
Google Whatsapp

O Grande Dirceu é a região que mais atrai empresas em Teresina, ficando atrás somente do centro da cidade. Segundos dados da Junta Comercial do Piauí (Jucepi), até o momento são 1.002 empreendimentos funcionando na região. 

Um fator que garante dinamismo econômico na região é  o forte predomínio do comércio de varejo ligado aos consumidores finais. O Grande Dirceu funciona como polo de serviços já consolidado. “Há uma quantidade de consumidores que moram nas localidades e outras zonas cidade, que compram seus bens e serviços na região, sem necessidade de deslocamento para outras áreas da cidade”, ressalta o superintendente da SDU Sudeste, Evandro Hidd.

Crédito: PMT

A região também vem recebendo investimentos significativos  em infraestrutura, especialmente nas áreas de pavimentação e iluminação pública. Somente em obras de asfaltamento, a Prefeitura de Teresina investiu mais de R$ 1 milhão, melhorando consideravelmente a mobilidade urbana. 

Na iluminação pública, somente este ano, foram aplicados mais de  R$ 457,8 mil até o momento, com instalação de 228 luminárias LED. Os investimentos contemplaram nove praças, sendo que em oito delas os trabalhos foram finalizados e uma está em execução. 

Com os investimentos significativos, a região tem despertado interesse também de grandes empreendimentos, inclusive de empresas nacionais. A Almaviva do Brasil Telemarketing e Informática S/A investiu mais de R$ 31,8 milhões, gerando cerca de 3500 novos empregos diretos. A instalação da empresa teve apoio do município, que garantiu benefícios tributários. 

É importante destacar que a maioria dos colaboradores da empresa se concentra na faixa etária de 18 anos ou mais, que representam 68% da População Economicamente Ativa-PEA. Ressalta-se, que esta faixa etária é a que mais sofre com o desemprego.

Outra empresa que enxergou o potencial econômico na região foi a Assaí Atacadista, que se instalou em janeiro de 2017. A rede escolheu a capital piauiense para instalar sua 124ª unidade, realizando um investimento de mais de R$ 40 milhões. Somente no momento de instalação foram gerados 560 empregos diretos e indiretos. Hoje, o número de empregos na região do Itararé, ligados à cadeia produtiva deste grande atacadista, gira em torno de 900 pessoas. Os números de postos entre diretos e indiretos estão diluídos entre pequenos e médios comerciantes, transformadores (donos de lanchonetes, restaurantes, pizzarias), consumidores finais, atraídos pelo preço baixo e economia característicos do setor.


Siga nosso canal no telegram
Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se