Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Hemopi reforça higienização para segurança na doação de sangue

Uma das medidas foi a instalação de cabine de higienização na entrada da sede do hemocentro em Teresina.

Compartilhe

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi) investiu em equipamentos para garantir maior segurança aos doadores de sangue e colaboradores do hemocentro. Nesse sentido, foi instalada uma cabine individual de higienização na entrada principal da sede do Hemopi em Teresina, bem como totens para higienização das mãos com álcool em gel em todos os andares do prédio.

O diretor-geral do Hemopi, Jurandir Martins, explica que as medidas visam à maior segurança para quem se disponibiliza a vir até ao centro de hematologia doar sangue. “Reforçamos ainda mais a segurança no atendimento ao doador em Teresina e também vamos enviar os totens com dispenser de álcool em gel para as três unidades no interior – Picos, Parnaíba e Floriano”, explica o gestor.

Ao entrar na cabine de higienização, o indivíduo recebe uma bruma de Gluconato de Clorexidina, substância com eficácia comprovada contra bactérias, vírus, fungos e leveduras, sem efeitos secundários desagradáveis para o usuário. A Clorexidina é amplamente usada em serviços de saúde para higienização pessoal, a exemplo dos consultórios odontológicos, que utilizam para a desinfecção da pele contra o desenvolvimento de microrganismos.

O Hemopi segue protocolos rígidos de biossegurança que foram reforçados em decorrência da pandemia da Covid-19. Foram feitas adaptações internas no ciclo do sangue para que os doadores se sintam mais seguros para fazer doações nesse período.

“O Hemopi presta um serviço essencial dentro do sistema de saúde, mas o nosso trabalho depende diretamente das doações de sangue, que sofreram uma queda de quase 50% neste período. Lembramos que mesmo com os procedimentos eletivos suspensos temporariamente, ainda existe uma demanda por sangue que é diária e precisa ser suprida”, explica Jurandir Martins.

Sanitização

Além do investimento nos equipamentos para higienização individual, a sede do Hemopi em Teresina também passou, neste domingo (31), por uma sanitização completa.

O processo incluiu as instalações internas e externas do prédio, como piso, teto, paredes, salas, laboratórios e toda a parte do ciclo do sangue. O trabalho foi feito por uma empresa terceirizada e utilizou quaternários de amônio de quinta geração, que são compostos antimicrobianos com agentes ativos catiônicos fortes que possuem atividade desinfetante poderosa, inclusive contra vírus, além de bactericida, bacteriostática, germicida e fungicida.

O diretor do Hemopi destaca que as medidas são preventivas e servem para reforçar os cuidados com o doador e colaboradores da casa. “Essas ações demonstram que estamos protegidos e que as pessoas podem vir doar sangue, mesmo neste momento de pandemia ao qual enfrentamos”, disse Jurandir Martins.

O Hemopi está funcionando normalmente na capital e no interior. Também disponibilizou o agendamento de doações em suas quatro unidades para reforçar a segurança ao doador e evitar aglomerações.

Atendimento

Em Teresina, o Hemopi funciona de segunda à sexta-feira no horário de 7h15 às 18h. Sábados e feriados até as 17h. O agendamento de doações não é obrigatório, mas pode ser feito pelo telefone (86) 9 8894 6614.

Os Hemocentros Regionais de Picos, Parnaíba e Floriano funcionam de segunda à sexta-feira, das 8h às 18h. O agendamento pode ser feito pelos telefones: Parnaíba (86) 988947159; Picos (89) 9 8801 1717 e Floriano (89) 9 8801 1984.

Podem doar sangue pessoas entre 16 e 69 anos e que estejam pesando acima de 50kg. Além disso, é preciso apresentar documento oficial com foto, e menores de 18 anos só podem doar com consentimento formal dos responsáveis. O termo de consentimento para doação de menores de idade está disponível para impressão no site hemopi.pi.gov.br.

Pessoas com febre, gripe ou resfriado, diarreia recente, grávidas e mulheres no pós-parto não podem doar temporariamente.

O procedimento para doação de sangue é simples, rápido e totalmente seguro. Não há riscos para o doador, porque nenhum material usado na coleta do sangue é reutilizado, o que elimina qualquer possibilidade de contaminação.

Requisitos

Os requisitos para doar sangue, além de estar com bom estado de saúde, são:

Estar alimentado. Evite alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação de sangue.

Caso seja após o almoço, aguardar 2 horas;

Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas;

Pessoas com idade entre 60 e 69 anos só poderão doar sangue se já o tiverem feito antes dos 60 anos;

A frequência máxima é de quatro doações de sangue anuais para o homem e de três doações de sangue anuais para as mulheres;

O intervalo mínimo entre uma doação de sangue e outra é de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.


Tópicos
Compartilhe

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar