HGV realiza cinco mutirões simultâneos neste sábado (11)

Somente procedimentos de alta complexidade podem ser feitos no HGV

Com o objetivo de agilizar o atendimento de pacientes em várias especialidades, a direção do Hospital Getúlio Vargas (HGV) resolveu realizar, neste sábado (11), cinco mutirões simultâneos, entre eles um inédito de retinopatia da pré-maturidade, num total de 90 procedimentos.

A ação, que tem o apoio da Secretaria de Estado da Saúde, pretende reduzir o tempo de espera por procedimentos que somente podem ser realizados no HGV, por serem de alta complexidade e que a demanda é muito grande, explica a diretora geral do hospital, Clara Leal.

Na área de oftalmologia, serão realizadas 30 cirurgias de catarata e 40 exames da retinopatia da pré-maturidade em crianças, na faixa etária de 0 a 28 dias. Segundo a oftalmologista, especialista em retina, Maria de Lourdes Alcântara, o HGV é o único serviço que faz o acompanhamento dessas crianças de todas as maternidades do Estado.  “Nesse mutirão, vamos verificar a existência de uma alteração no crescimento da retina em crianças encaminhadas pelas maternidades D.Evangelina Rosa e CIAMCA”, destaca.

Hospital Getúlio Vargas
Hospital Getúlio Vargas

Ela explica que “a doença ocorre em prematuros, onde acontece um crescimento dos vasos sanguíneos da retina, de maneira anormal, o que pode resultar na formação de cicatrizes, descolamento da retina e a cegueira”, acrescenta a retinóloga, Maria de Lourdes Alcântara.

Outros procedimentos que serão realizados neste sábado (11) são exames de enteroscopia que permite a visualização do intestino delgado, segmento mais longo do trato gastro-intestinal. Para o coordenador do Serviço de Endoscopia do HGV, Carlos Dimas, o HGV é o único hospital no Estado, público e privado, que oferecerá esse serviço pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Ele destaca que a enteroscopia é indicada principalmente para avaliação das doenças do intestino delgado, tais como mal formações vasculares, tumores e doenças inflamatórias do intestino (Doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa).

Também serão realizados cinco embolizações de Hemangiomas, que são  tumores  benignos de capilares e vasos sanguíneos, sendo os mais comuns na infância.

Na área de Otorrino, será um Mutirão de cirurgias de ouvido (timpanoplastia e mastoidectomias), colocação de tubo de ventilação. "São cirurgias complexas que requer mais tempo cirúrgico”, explica o coordenador da Clínica Otorrinolaringológica, Bernardo Cunha.

Fonte: Portal MN
logomarca do portal meionorte..com