Hildete Evangelista é a mais votada para defensora geral do Piauí

A votação foi realizada no Núcleo Central da DPE-PI

Foi encerrada na segunda-feira (20) a votação que definiu a lista tríplice com os candidatos ao cargo de defensor público geral do Estado do Piauí. O resultado apontou a defensora pública Francisca Hildeth Leal Evangelista Nunes, com 97 votos, o que corresponde a 90% do total de votantes; o defensor público Ulisses Brasil Lustosa com 27 votos e o defensor público Reginaldo Correia Moreira com 24 votos. Dos 116 Defensores Públicos aptos a votar, 108 compareceram ao pleito.


A apuração foi realizada pela comissão eleitoral presidida pelo defensor público Roberto Gonçalves de Freitas Filho. Os trabalhos forma iniciados logo após encerrada a votação, às 15h desta segunda-feira.

A votação  foi realizada no Núcleo Central da DPE-PI e coordenado pela Comissão Eleitoral, que além do presidente, Roberto Freitas Filho,  é composta pelos defensores públicos Crisanto Alves Pimentel, Eliza da Cruz Ramos Arcoverde, Luís Alvino Marques Pereira e Paula Batista da Silva.

Segundo Roberto Freitas Filho, a eleição aconteceu de forma democrática com a participação efetiva dos defensores públicos com atuação tanto da capital como do interior do Estado, que procederam a grandes deslocamentos para cumprir seu dever cívico e institucional. Nessa oportunidade, escolheram livremente as candidaturas que desejavam para a composição da Lista Tríplice a ser encaminhada ao Governador do Estado. Aproveito para cumprimentar todos os membros da comissão assim como os integrantes da Mesa Receptor e Apuradora, bem como a todos os defensores públicos que participaram desse pleito democrático. O presidente disse ainda que o processo eleitoral transcorreu em plena normalidade, dentro da observância das normas disciplinares do certame.

O defensor público geral em exercício, Erisvaldo Marques dos Reis declarou-se satisfeito com a condução do processo eleitoral. “Tudo transcorreu dentro da mais perfeita normalidade e quero aqui agradecer à comissão eleitoral que, nomeada, aceitou de pronto o convite para trabalhar nesta eleição desempenhando a atividade com todo o zelo necessário. Agradeço também a todos os defensores públicos que compareceram a Defensoria hoje para votar. Independente do resultado parabenizo aos três candidatos pela forma como se deu o processo democrático da eleição", disse.

A partir de agora a Defensoria Pública tem o prazo de 5 dias úteis para encaminhar a Lista tríplice ao governador Wellington Dias, que por sua vez terá um prazo de 15 dias para escolher um dos componentes para ocupar o cargo de Defensor Público Geral do Estado para o Biênio 2017/2019.

Caso o governador não efetive a nomeação do defensor público geral no prazo de 15 dias do recebimento da lista tríplice, o defensor público mais votado por seus pares será investido automaticamente no cargo.

Fonte: Com informações da Assessoria