Homem com faca é controlado após atacar militar em Paris

Esta é a sétima agressão contra agentes da operação Sentinela

Um homem armado com uma faca atacou um militar, na manhã desta sexta-feira, na estação de metrô de Chatelet, em Paris. O suspeito, porém, não conseguiu atingir a vítima, informou a polícia. O agente alvo do ataque integra a operação antiterrorista Sentinela, mobilizada na França desde os atentados de 2015.

De acordo a investigação preliminar, o agressor, rapidamente controlado pelo militar, teria mencionado Alá, indicou uma fonte policial. O homem não tinha ficha criminal. A Polícia Judicial apura o ocorrido.

A ministra da Defesa, Florence Parly, elogiou a reação do militar. "O homem foi controlado. Esta é a prova do profissionalismo e da eficácia dos soldados da (operação) Sentinela em sua missão de proteção. Não sabemos quais eram as intenções do agressor, que foi detido", disse em entrevista à rádio "Europe 1".


Este foi o sétimo caso de agressão contra militares da operação Sentinela. O último ataque do tipo deixou seis militares feridos quando um carro avançou contra os soldados na região de Paris.

O governo anunciou na quinta-feira uma "evolução" do dispositivo de alerta. Quase sete mil militares permanecerão mobilizados (10 mil em caso de crise), mas poderão atuar com mais "flexibilidade" e de forma "menos previsível" para melhorar sua eficácia, informou o ministério da Defesa.


Fonte: Com informações do OGlobo
logomarca do portal meionorte..com