Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Homem é localizado e preso após deixar celular cair em assalto no PI

O acusado já possui 16 processos criminais por roubo, furto, tráfico de drogas e tentativa de homicídio.

Compartilhe

Um criminoso foi preso na última sexta-feira (25) após deixar um celular cair após assaltar uma mulher na cidade de Altos, no Piauí. Através do aparelho, a Polícia conseguiu localizar o acusado, que já possui 16 processos criminais por roubo, furto, tráfico de drogas e tentativa de homicídio.

De acordo com o agente de Polícia Civil Henrique Araújo, o acusado teria entrado em luta corporal com a mulher no assalto, quando seu celular caiu no chão. O caso ocorreu na noite de quinta (24). Ainda segundo o agente, ele estava em uma bicicleta e armado com uma faca. “O homem anunciou o assalto e tomou o celular dela. A vítima entrou em luta corporal com ele, mas o suspeito a agrediu e a derrubou no chão. Ele deixou o seu celular cair no chão. A vítima veio até a delegacia com o aparelho, registrou o boletim de ocorrência e o caso foi passado para a equipe de investigação”, informou. 

14° DP  da cidade de Altos, no Piauí (Reprodução)

A localização do homem se deu através do reconhecimento de sua companheira, uma mulher que já foi presa pelo crime de tráfico de drogas.  “Quando olhamos o celular dele não sabíamos de quem se tratava. Mas reconhecemos a parceira dele, a Natália, que já tem várias passagens por tráfico de drogas. Fomos até a casa dela, ele estava na calçada e quando viu a polícia, se evadiu do local, porém, conseguimos abordá-lo e localizar o celular da vítima. O suspeito confirmou o assalto e disse que estava drogado”, afirmou o agente.

Após ser encaminhado à Central de Flagrantes de Teresina, o acusado do assalto ainda mentiu ao informar o seu nome verdadeiro. Ele se apresentou com o nome do irmão, mas logo foi descoberto que o suspeito se chamava Wanderson Teixeira da Silva. “O suspeito possuía 16 processos criminais, de roubo, tráfico de drogas, furto, tentativa de homicídio e estava foragido da Penitenciária Major César desde julho de 2020. Ele foi autuado por roubo e também vai cumprir o restante da pena dos outros crimes que foi julgado”, explicou o policial.

 

 


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar