Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Homem é preso acusado de hackear redes sociais na região sul do Piauí

A busca e apreensão ocorreu após deflagração de investigação para apurar suposto cometimento de diversos crimes, como invasão de dispositivo informático, falsidade ideológica e falsa identidade.

Compartilhe

Um homem identificado apenas pelas iniciais T.N. da S.O foi preso na tarde de terça-feira (03/11) durante uma ação de cumprimento de mandados de busca e apreensão da Polícia Civil do Piauí, por meio  da Delegacia Regional de São Raimundo Nonato, na região sul do Piauí. 

A busca e apreensão ocorreu após deflagração de investigação para apurar suposto cometimento de diversos crimes, como invasão de dispositivo informático (Art. 154-A, do Código Penal), falsidade ideológica (Art. 299, do Código Penal), e falsa identidade (Art. 307, do Código Penal), praticados por meios digitais.

De acordo com a investigação, os atos delituosos consistiram no acesso indevido de conta de uma rede social da vítima, burlando os respectivos mecanismos de segurança, para então, falsamente se passando pela vítima, fazer alterações nas publicações/postagens da rede social, inserindo conteúdo difamatório e inverídico. Para a prática da invasão (hackeamento), o suspeito ainda teria utilizado chips de celular, previamente habilitados com uso indevido de dados pessoais e números de documentos de terceiros.

Diante dos consistentes indícios de autoria, colhidos no decorrer das investigações, a Delegada Regional de Polícia Civil, Cynthia Verena, representou junto à Vara Criminal da Comarca daquele município, requerendo expedição do mandado.

A Polícia Civil alerta às pessoas em geral para que se abstenham de praticar condutas nocivas de qualquer natureza, se valendo dos meios digitais. Muitas vezes se tem a falsa noção de que é fácil garantir o anonimato e a impunidade, ao fazer uso de perfis falsos, ou aquisição de linhas telefônicas em nome de terceiros. Isto pode configurar novos delitos, e não impede que a Polícia Judiciária, com uso de técnicas avançadas de investigação, chegue à autoria delitiva.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar