Homem é preso ao tentar embarcar com cocaína líquida em PE

Estrangeiro foi flagrado pela PF ao tentar embarcar para Lisboa

Um venezuelano de 28 anos foi preso pela Polícia Federal no Aeroporto Internacional do Recife/Gilberto Freyre com cerca de 900 mililitros de cocaína líquida, o equivalente a quase 900 gramas. O estrangeiro engoliu 18 invólucros feitos com camisinhas e tentava embarcar para Lisboa, em Portugal.

Levado para o Hospital da Restauração (HR), no Derby, na área central da cidade, ele ficou sob guarda policial, expeliu o entorpecente. O rapaz será levado para uma audiência de custódia nesta quinta-feira (27).

A captura foi divulgada nesta quinta pela PF. De acordo com a corporação, a prisão do estrangeiro, que não tinha antecedentes criminais, ocorreu durante uma inspeção de rotina no terminal, na terça-feira (25). Como caminhava com dificuldade e aparentava problemas de saúde, os agentes federais levaram o autônomo para uma entrevista.

Ele não soube informar com precisão os motivos da viagem e entrou em contradição em vários momentos da entrevista. Por isso, a PF levou o venezuelano para se submeter a uma inspeção por meio do aparelho de bodyscan, que detectou a presença de manchas escuras no estômago do passageiro.

O estrangeiro foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Imbiribeira, perto do aeroporto. Lá, um exame de Raio-X constatou a presença dos invólucros. Diante disso, ele seguiu, sob custódia, para o HR, onde ficou ate as 15h de quarta-feira (26).

No hospital, o estrangeiro expeliu os 18 pacotinhos feitos com preservativos. Em cada um deles havia, segundo a PF, cerca de 50 mililítros de cocaína líquida. Também foram apreendidos um celular, R$ 3.544, passaporte e cartão de embarque.

Em depoimento, na sede da PF, na área central do Recife, ele alegou que pegou a droga na Colômbia, trazendo na mala, mas só a ingeriu na capital pernambucana. Ele não deu mais detalhes sobre o aliciamento. Pelo serviço de transporte da droga, disse que receberia 8 mil euros (cerca de R$ 30 mil reais).

Após receber alta médica o venezuelano foi autuado por tráfico internacional de drogas. Caso seja condenado, poderá pegar penas que variam de 5 anos a 20 anos de reclusão.

O venezuelano se submeteu ao exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal (IML), na área central do Recife. Depois, foi levado ao Centro de Observação e Triagem Criminológica (Cotel), em Abreu e Lima, na região Metropolitana. Lá, ficará à disposição da Justiça Federal.

Estatísticas

Esta foi a 7ª apreensão de drogas neste ano de 2017, no aeroporto. Ocorreram oito prisões e a apreensão de 16,6 quilos de cocaína, 43 quilos de Skank, 5,5 quilos de haxixe e três quilos de metanfetamina. Em 2016, houve 14 apreensões e 14 pessoas foram presas.

Radiografia mostrou a droga no estômago do venezuelano
Radiografia mostrou a droga no estômago do venezuelano
Camisinhas com cocaína líquida foram expelidas no hospital
Camisinhas com cocaína líquida foram expelidas no hospital
Fonte: Com informações do G1