Homem sendo retirado de avião à força choca internautas; vídeo

O homem foi violentamente arrancado do seu banco

Um passageiro foi tirado à força de voo da empresa United que voava de Chicago para Louisville, Kentucky. Porém, diferentemente do esperado, ele não causava nenhuma ameaça aos outros passageiros.

Após uma situação de overbooking (quando a empresa aérea vende mais bilhetes do que a quantidade de assentos na aeronave), o homem se recusou a trocar de voo e foi violentamente arrancado do seu banco. Imagens gravadas por outros passageiros mostram a vítima sendo arrastada do local onde estava sentada, batendo a cabeça em uma cadeira e sendo expulso para fora da aeronave.

Em um e-mail enviado ao “USA Today”, o porta-voz da empresa confirmou a retirada do homem. “O voo 3411 de Chicago para Louisville teve overbooking. Depois que nossa equipe procurou voluntários, um cliente recusou-se a deixar a aeronave voluntariamente e a polícia foi convidada a entrar”, disse.


Audra Bridges, que estava no avião, contou ao “USA Today” que a United ofereceu US$ 400 e estadia em hotel para os passageiros que topassem tomar o voo das 3h de segunda-feira, ao invés de domingo, já que não tinham mais vagas suficientes.

Como ninguém se manifestou, um gerente da companhia afirmou que os passageiros seriam escolhidos de forma aleatória, pelo computador. Após um casal sair, a vítima que foi filmada se recusou a levantar, argumentando que era médico e tinha pacientes para atender na manhã de segunda.

Após a recusa, seguranças o agarram e é quando as cenas do vídeo acontecem. O voo atrasou cerca de duas horas e o estado de saúde do passageiro tirado à força não foi informado.

Fonte: Com informações do Metrópoles