Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Hospital é acusado de negligência por morte de jovem pós-parto no PI

Em nota, a direção do hospital disse que o corpo médico fez todos os procedimentos pertinentes e alegou burocratização na liberação de senhas para transferência de pacientes para Teresina

Compartilhe
Google Whatsapp

Josiane Sales Silva faleceu no último sábado (23) a caminho de Teresina, após ter complicações pós-parto do seu primeiro filho que nasceu no Hospital Estadual Dr. Júlio Hartman em Esperantina há cerca de 10 dias. Ela e o bebê receberam alta três dias depois do parto. E após cinco dias, ela passou mal e foi internada novamente no hospital, onde seu quadro de saúde se agravou, sendo transferida para a Maternidade Evangelina Rosa, em Teresina, e morrendo antes de chegar na capital.

O caso causou comoção no município, onde amigos, familiares e outras pessoas usaram as redes sociais para acusar o Hospital Estadual Dr. Júlio Hartman de negligência médica.

Nas postagens escritas no Facebook e WhatsApp, amigos e familiares da jovem externaram indignação e acusaram o corpo médico que estava de plantão no dia da morte de Josiane, de tanto na demora do diagnóstico da paciente, quanto na demora para transferi-la para Teresina. Fontes informaram ao RevistaAZ.com.br, que a tanto a direção do hospital, quando o Estado, poderão ser processados pela família.

O OUTRO LADO

Em nota também divulgada nas redes sociais, a direção do Hospital Estadual Dr. Júlio Hartman deu sua versão sobre o caso. Segundo a nota, a direção do hospital disse que o corpo médico fez todos os procedimentos pertinentes e alegou burocratização na liberação de senhas para transferência de pacientes para Teresina.
Confira a nota completa abaixo:

O Hospital Estadual Dr. Júlio Hartman vem prestar nota de esclarecimento à comunidade devido a propagação de notícias e declarações infundadas nas redes sociais sobre o caso da paciente de iniciais J. S. S. Nesse sentido, esclarecemos que a paciente citada deu entrada nesta unidade em 15/02/2019 as 9:20min da manhã para uma avaliação obstétrica, sendo prontamente atendida pelos profissionais plantonistas, passou por uma avaliação médica e foi submetida a procedimento de cesariana, procedimento este que conforme registros contidos no prontuário da mesma, tudo transcorreu bem tanto com a mãe quanto com o bebê. Mãe e filho permaneceram em alojamento conjunto na enfermaria e receberam alta no dia 17/02/2019, apresentando quadro estável.

Ocorre que somente no dia 23/02/2019 a paciente deu entrada as 6:37min, apresentando quadro de dispneia, pressão elevada e quadro de anemia. Imediatamente, o médico plantonista do dia, solicitou os exames de ECG, US transvaginal, Ecocardiograma, RX Tórax, PA e Perfil e indicou internação hospitalar. No mesmo dia, diante dos resultados dos exames outrora solicitados e tendo em vista a gravidade do caso, a paciente foi cadastrada na central de regulação de leitos estadual, procedimento este padronizado para transferências de pacientes a outros hospitais de referência do Estado. Vale ressaltar que a liberação da senha e vaga se dá através da Central de Regulação e não pela instituição que transfere o paciente.

Desse forma, a paciente seguiu aguardando a liberação e assim que foi fornecida a senha a paciente foi transferida para Maternidade Dona Evangelina Rosa, em ambulância da unidade, acompanhada por equipe do hospital, sendo: 1 técnica de enfermagem e 1 enfermeira. Cabe ainda salientar, que a mesma passou por pré-natal e ao chegar este serviço não tinha conhecimento de nenhuma doença pré-existente.

Assim, todos os procedimentos e providencias possíveis, de acordo com a realidade deste hospital foram realizadas devidamente, uma vez que buscamos sempre a valorização da vida e da saúde. O Hospital Estadual Dr. Júlio Hartman se solidariza com a família da paciente e permanece a disposição para esclarecimentos.



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×