Idoso é condenado a dois anos de prisão após atirar em gato

O gato precisou passar por cirurgias para retirar as balas

Um aposentado de 73 anos foi condenado a 12 meses de prisão após atirar com uma pistola de ar propositalmente em um gato da raça siamesa que invadiu seu jardim na cidade de Cambridge, na Inglaterra. O animal, que tinha somente oito meses de idade quando ocorreu o incidente, foi acertado no pescoço e no quadril enquanto andava pelo local.

Segundo informações do jornal inglês "Daily mail", Christopher Boswell avistou o felino no dia 7 de abril deste ano em seu quintal, disparou dois tiros e o jogou pela cerca. No mesmo dia, a dona do animal de estimação, Caroline King, estava procurando por ele quando foi à casa de Christopher. Sem titubear, o idoso confessou o ato de crueldade.

Levado ao hospital veterinário, o gato precisou passar por cirurgias para retirar as balas e acabou perdendo a perna direita traseira. Embora os ferimentos, o animal se recupera em casa e passa bem.

O aposentado foi ouvido pelo Tribunal de Magistrados de Cambridge e revelou que pratica atividades de caça desde os 17 anos. Ele alegou também sofrer com problemas de alcoolismo e está enfrentando um câncer.

A investigação concluiu que a bala encontrada no corpo do animal confere com a pistola de ar achada na casa do homem. No julgamento, autoridades descreveram o ato como "um incidente desagradável que mereceia uma sentença de prisão".

Image title

Image title

Fonte: Com informações da UOL
logomarca do portal meionorte..com