Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Inauguração da CASA APIS e COCAJUPI em Picos movimenta agricultores

Inauguração da CASA APIS e COCAJUPI em Picos movimenta agricultores

Compartilhe

Tudo pronto para a inaugura??o da Central de Cooperativas Ap?colas do Semi-?rido Brasileiro- CASA APIS, e da Central de Cooperativas de Cajucultores do Piau?- COCAJUPI. O evento ocorre nesta ter?a-feira (18), a partir das 8h30 , no Bairro Junco e Pantanal, sedes das centrais. Na solenidade de inaugura??o estar?o presentes o ministro do Desenvolvimento Social e Combate ? Fome, Patrus Ananias, o presidente da Funda??o Banco do Brasil, Jaques Penna, o presidente do SEBRAE, Paulo Okamotto, o governador do estado, Wellington Dias e outras autoridades.

A CASA APIS vai beneficiar mais de 800 apicultores filiados ?s nove cooperativas, sendo oito do estado do Piau? e uma do estado do Cear?. S?o parceiros da central a Funda??o Banco do Brasil (FBB), o SEBRAE, Incubadora de Empreendimentos Solid?rios da UFPI, a Rede UniTrabalho, a Unisol Brasil, A Ag?ncia Holandesa ICO e a Ag?ncia de Desenvolvimento USAID, dos Estados Unidos.

A CASA APIS ? constitu?da por uma ind?stria de beneficiamento de mel e um centro tecnol?gico com laborat?rio para an?lise do produto. Na f?brica ser?o elaborados especificamente todos os produtos fracionados e derivados do mel. De acordo com o diretor da CASA APIS, Ant?nio Leopoldino Dantas, o Sitonho, o processo na central vai obedecer ?s exig?ncias do mercado e haver? uma maior agrega??o de valor aos produtos industrializados.

?A CASA APIS tamb?m trabalhar? com um programa de controle de qualidade e para isso teremos setores respons?veis por aferir as certifica?es nacionais e internacionais que atendam as exig?ncias do mercado. Para que isso ocorra todo produto ? acompanhado desde a entrada da mat?ria-prima at? a inspe??o do produto industrializado. Todo o processo vai obedecer a uma padroniza??o do produto, as certifica?es exigidas e abranger? at? ainda a parte final da industrializa??o, onde se chega a mercadoria pronta para ir as prateleiras dos supermercados?, ressalta Sitonho.

Na COCAJUPI o processo de beneficiamento est? funcionado. A central recebe a produ??o das mini-f?bricas de Monsenhor Hip?lito, Campo Grande, Vila Nova, Itain?polis, Francisco Santos e Ipiranga e j? processa 360Kg de am?ndoas por dia. A central beneficiar? cerca de um milh?o e duzentas mil toneladas de castanha de caju por ano.

No projeto os parceiros d?o um apoio em infra-estrutura de produ??o, beneficiamento, capacita??o, treinamento e abertura de mercado. S?o parceiros do projeto da COOCAJUPI, a Funda??o Banco do Brasil, (FBB), Banco do Brasil, (BB), Companhia de Desenvolvimento do Piau?, (COMDEPI), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecu?ria, (EMBRAPA), Servi?o Brasileiro de Apoio ?s Micro e Pequenas Empresas, (SEBRAE/ PI), Companhia Nacional de Abastecimento, (CONAB), Universidade Federal do Piau? ? Incubadora de Empreendimentos Solid?rios (FUNDA??O UNITRABALHO) e a Secret?ria de Desenvolvimento Rural, (SDR).A FBB j? investiu mais de R$ 2 milh?es em constru?es civis, revitaliza?es de espa?os f?sicos e aquisi??o de m?quinas e equipamentos. Mais de 500 fam?lias ser?o beneficiadas com o projeto.

Mais de 1500 agricultores s?o esperados para a solenidade de inaugura??o das centrais.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar