Incêndio atinge Velódromo do Parque Olímpico no Rio de Janeiro

O espaço custa R$ 11 milhões somente em manutenção por ano

Um incêndio atingiu Velódromo do Parque Olímpico do Rio, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade, na madrugada deste domingo (30). As chamas teriam começado por volta de 1h. A causa do incidente ainda não foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros, mas relatos nas redes sociais informam que a queda de um balão teria iniciado o incêndio. Até o momento, também não há informações sobre vítimas.

Os bombeiros foram acionados para controlar o incêndio, e a maior parte das chamas, que se espalharam por todo o teto do velódromo, já havia sido apagada por volta das 2h30.

Velódromo (Crédito: Reprodução)
Velódromo (Crédito: Reprodução)

Durante a realização dos Jogos Olímpicos do Rio, o velódromo sediou as competições de ciclismo de pista. Com um custo anual de R$ 11 milhões somente em manutenção, o espaço só foi aberto uma vez desde o término da Olimpíada, para o evento Bike Rio Fest.

Procurado pela reportagem por meio de sua assessoria de imprensa, o Corpo de Bombeiros disse que a causa oficial do incêndio só será revelada após perícia no local.

Ministro

Pelo Twitter, o ministro dos Esportes, Leonardo Picciani, se manifestou após o incêncio. Ele criticou a soltura de balões, e compartilhou um vídeo em que um balão voava na região do Velódromo do Parque Olímpico.

"Vejam o absurdo! E continua caindo mais balões neste momento", escreveu Picciani, que fez uma série de postagens logo após o incidente.

Fonte: Com informações do Extra
logomarca do portal meionorte..com