Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Incêndio expõe riscos em edifícios e falta de estrutura do Corpo de Bombeiros

Fogo no condomínio de luxo Excalibur, no Bairro Jockey Club colocou em alerta moradores de Teresina

Incêndio expõe riscos em edifícios e falta de estrutura do Corpo de Bombeiros
Incêndio expõe riscos em edifícios e falta de estrutura do Corpo de Bombeiros | Efrém Ribeiro
Compartilhe

O inc?ndio que destruiu, na noite de anteontem, o apartamento do diretor da construtora Moana, F?bio Sampaio, no condom?nio de luxo Excalibur, no Bairro Jockey Club, na zona Leste de Teresina, colocou em alerta

os moradores de edif?cios de Teresina, que aumentam cada vez mais com a verticaliza??o da cidade.

No momento do controle do inc?ndio, o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Francisco Barbosa, disse que dos 300 edif?cios de

moradores de Teresina, apenas 100 fizeram o treinamento de seus vigilantes, porteiros e funcion?rios. “Eles precisam ser treinados pelo

Corpo de Bombeiros em procedimentos de combate ? inc?ndio, para comunicar ao Corpo de Bombeiros”, declarou Francisco Barbosa, que

chegou a subir no 22? andar.

O coronel Francisco Barbosa disse que os edif?cios constru?dos em Teresina a partir de 1994 contam com recursos que facilitam o trabalho dos bombeiros e a retirada de moradores.

Um desses recursos ? a escada vedada,que evita fuma?a e permite que os moradores saiam do pr?dio com maior prote??o. Em Teresina, existem edif?cios que s?o verdadeiras arapucas como a do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social), na Pra?a Jo?o Luiz Ferreira, no centro da cidade. O edif?cio foi interditado pelo Corpo de Bombeiros no ano passado e at? agora o edif?cio n?o foi reformado e tem profundas rachaduras.

A per?cia no apartamento do 22? andar do condom?nio Excalibur dever? ficar pronta em um prazo de 20 a 30 dias, segundo o coronel Francisco Barbosa.

Ele reconheceu que a escada do edif?cio tinha alguns objetos que n?o deveriam estar l?, como uma grande ?rvore de Natal. Mas esses

obst?culos n?o chegaram a comprometer o trabalho dos bombeiros.

O porteiro J?nior, do condom?nio Excalibur, subiu at? o 22? andar, ajudou

os bombeiros a abrir a porta do apartamento pela cozinha. “N?s testamos os equipamentos nesta semana, mas uma das mangueiras n?o funcionou”, declarou J?nior, que foi obrigado a tirar a camisa por causa do calor no andar do apartamento.

Al?m da falta de uma escada Magirus, os bombeiros tiveram dificuldades

extras para chegar ao apartamento do 22? andar do edif?cio Excalibur, atingido por um inc?ndio. Um dos problemas foi que uma grande ?rvore de Natal estava ‘guardada’ na escada, impedindo a passagem dos policiais do fogo.

Por sua dimens?o, a ?rvore dificultava a passagem dos bombeiros na rapidez desejada. O socorro foi tamb?m prejudicado por outro fator: a demora do porteiro em chamar os bombeiros.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar