Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Integrante do PCC é preso acusado de matar lutador de MMA em Teresina

A morte de Isac Nylton está ligada a briga entre as facções Bonde dos 40 e Primeiro Comando da Capital (PCC)

Compartilhe

Foi preso na manhã desta sexta-feira (09), um homem identificado pelas iniciais F.K. da S., mais conhecido pelos apelidos de “Big Big ou Manchinha”, suspeito de matar o lutador de MMA Isac Nylton Alves da Oliveira, com pelo menos 10 tiros, no  último dia 8 de setembro, no bairro Dirceu II, zona Sudeste de Teresina. De acordo com a investigação do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), a morte de Isac Nylton está ligada a briga entre as facções Bonde dos 40 e Primeiro Comando da Capital (PCC).

Leia Mais: Lutador de MMA é executado com 10 tiros ao chegar em casa no Dirceu

O acusado estava foragido do sistema prisional há mais de quatro anos e havia um mandado de prisão em aberto contra ele. A prisão ocorreu em uma casa na Vila da Guia, zona Sudeste da capital. Os agentes do DHPP cumpriram ainda um mandado de busca e apreensão na residência de Big Big, onde foram apreendidas uma pistola calibre .40 municiada com 11 munições, um tablet, duas trouxas de substância análoga a maconha, R$ 69 em dinheiro trocado, uma caixa de balança de precisão e anotações relacionadas a contribuições pecuniárias relacionadas a membros da facção criminosa PCC.

Arma e drogas apreendidos na casa do acusado - Foto: Divulgaçao/Polícia Civil do Piauí

O acusado foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML), onde passa por exame de corpo de delito e em seguida encaminhado para uma unidade do sistema prisional do Piauí.

O crime

O lutador de MMA Isac Nylton, 26 anos, estava retornando para sua casa e momentos antes de entrar na residência foi abordado por dois indivíduos (F. K. da S. e G.S.S.) em um carro, onde ambos armados de pistolas executaram a vítima com cerca de 10 disparos. O crime foi motivado por uma rixa antiga que existia entre a vítima e os autores, visto que “Big Big” é faccionado da organização criminosa PCC., e exercia um papel importante na facção.




Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar