Após time perder, casal é visto fazendo sexo em vagão de metrô

Casal resolve transar após derrota de time nos EUA

Ser um torcedor ativo de qualquer esporte significa ter de lidar com alegrias e decepções. Quando uma partida acaba com um resultado negativo, é preciso encontrar maneiras para superar o sofrimento: por isso, enquanto alguns buscam conforto em uma barra de chocolate, por exemplo, ou em xingar o adversário com os amigos, outros parecem utilizar de um recurso mais "exótico" ao fazer sexo dentro de um vagão do metrô.


Pode parecer absurdo, mas o caso aconteceu no último sábado (12) no sistema metroviário de Nova York. Com camisas do time de beisebol Yankees – que fora derrotado mais cedo naquele dia pelo Boston Red Sox – o animado casal foi filmado fazendo sexo por outros usuários do metrô, que compartilharam o “íntimo” momento com toda a internet.

No vídeo , que foi publicado pelo perfil do Instagram “Subway Creatures”, podemos ver a mulher, que sem os seus sapatos, aparece no colo do parceiro. Para deixar a cena ainda mais absurda, é possível identificar outros passageiros nos bancos do metrô: um deles está dormindo, enquanto o outro usa fones de ouvido – provavelmente, para abafar sons indesejados.

Ao chegar na estação Grand Central Terminal, os dois resolvem parar de transar e a filmagem termina.

Cuidado, você pode ser filmado 

Tão inapropriado quanto "se consolar" dentro do metrô, um casal resolveu inovar o fetiche de transar dentro de um  avião . Um casal de britânicos que viajava para Ibiza e, sem escrúpulo algum, decidiu transar na poltrona da aeronave mesmo, na frente de todos os passageiros e membros da tripulação.

Segundo informações do portal britânico  Daily Mail  , o voo da companhia aérea Ryanair que saiu de Manchester, na Inglaterra, para Ibiza, na Espanha, decolou às 20h20 no último dia 12. Um dos passageiros, que estava ao lado do "casal sem vergonha", gravou o momento em que eles são flagrados. Nas imagens, é possível ver a mulher subindo no colo do parceiro e, segundos depois, tira sua calcinha, enquanto ele abaixa as calças. 

“Pouco tempo antes de eles começarem a fazer sexo, ele havia gritado se alguém tinha ‘gelatina’, se referindo à camisinha. Todos demos uma risadinha, mas depois percebemos que ele estava falando sério”, conta uma das testemunhas.


Fonte: iG
logomarca do portal meionorte..com