Atentado com van deixa 14 mortos em ponto turístico da Barcelona

Motorista do veículo, de cor branca, fugiu a pé após atropelamento

Uma van atropelou dezenas de pessoas no centro de Barcelona, deixando 14 mortos  e 100 feridos, informou a polícia da cidade espanhola. O ato ocorreu nas Ramblas, um calçadão de pedestres e importante ponto turístico da cidade.

O Estado Islâmico (EI) reivindicou nesta quinta-feira, através da agência Amaq, a autoria do atentado. O comunicado do EI foi divulgado por sua agência de propaganda, Amaq, e retransmitido pelo centro americano de vigilância dos sites extremistas, SITE. Os autores "do ataque de Barcelona eram soldados do Estado Islâmico".  diz o comunicado, apontando que "a operação foi realizada em resposta  aos pedidos de alvejar os Estados da coalizão" internacional anti-extremista que atua na Síria e no Iraque.

Dois suspeitos foram presos em ligação com o ataque: um cidadão marroquino e outro de Melilla, enclave espanhol situado na África. 


Segundo a polícia, entre os presos não está o motorista da van; não há informações sobre o seu paradeiro. A polícia confirmou ainda que o motorista desceu da van sem qualquer grito ou manifestação, e ele não estaria armado.

A polícia confirmou ainda que o motorista desceu da van sem qualquer grito ou manifestação, e ele não estaria armado.... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2017/08/17/estado-islamico-assume-autoria-do-atentado-em-barcelona.htm?cmpid=copiaecola
Segundo a polícia, entre os presos não está o motorista da van; não há informações sobre o seu paradeiro. ... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2017/08/17/estado-islamico-assume-autoria-do-atentado-em-barcelona.htm?cmpid=copiaecola
Dois suspeitos foram presos em ligação com o ataque: um cidadão marroquino e outro de Melilla, enclave espanhol situado na África.... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2017/08/17/estado-islamico-assume-autoria-do-atentado-em-barcelona.htm?cmpid=copiaecola

O furgão branco usado no atentado teria sido alugado por Driss Oukabir. Porém, segundo a imprensa catalã, um homem apresentou-se aos policiais afirmando que seria Driss Oukabir e seus documentos teriam sido roubados e usado pelos terroristas. Ele seria um cidadão francês e mora na Catalunha.



O atentado de Barcelona fez vítimas de pelo menos 18 nacionalidades diferentes entre mortos e feridos, informou a Agência Espanhola de Defesa Civil.



Segundo a agência France Presse, as autoridades afirmaram que há entre as vítimas, sem distinguir os mortos dos feridos, cidadãos de Alemanha, Argentina, Austrália, Argélia, China, Bélgica, Cuba, França, Espanha, Holanda, Hungria, Peru, Romênia, Irlanda, Grécia, Macedônia, Itália e Venezuela.




O Itamaraty diz que não tem informações sobre brasileiros entre as vítimas, mas diversos estavam na região e testemunharam o ataque.

Segundo o prefeito de Ripoll, Jordi Munell, o homem teria explicado aos agentes que ao ver sua fotografia na mídia foi para a delegacia para esclarecer que no momento do ataque ele estava em Ripoll, e não na capital catalã. A polícia local havia divulgado sua fotografia para tentar facilitar sua prisão. O prefeito de Ripoll acrescentou que Driss Oukabir, que tem nacionalidade francesa, é uma pessoa muito conhecida na cidade.

e seus documentos teriam sido roubados. Ele seria um cidadão francês e mora na Catalunha.... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2017/08/17/estado-islamico-assume-autoria-do-atentado-em-barcelona.htm?cmpid=copiaecola

Um dos autores do atropelamento foi morto em uma troca de tiros com a polícia, em Sant Just Desvern, localidade ao lado da cidade,


Diversas ambulâncias foram sendo deslocadas para o local do incidente. A indicação é que as pessoas não transitem por Barcelona "a não ser que seja extremamente necessário.

Segundo informações. um motorista subiu pela via, fechada apenas para pedestre, atropelando as pessoas que estavam no local

Segundo a agência espanhola Efe, citando fontes próximas à investigação, o motorista do veículo, de cor branca, fugiu a pé.   Ele teria acelerado a van em direção à multidão por cerca de 500 metros em uma área muito frequentada por turistas.

As lojas ficaram fechadas e começaram a ser esvaziadas mais de uma hora depois do ataque..

O Governo da Catalunha (chamado de Generalitat) determinou o fechamento dos transportes públicos no centro de Barcelona. As autoridades tratam o atropelamento como um atentado terrorista.

Ethan Spibey, que testemunhou o atropelamento, e contou à rede britânica Sky News os momentos de pavor que viveu. "De repente foi um absoluto caos. As pessoas começaram a correr e gritar, houve explosões altas", relatou ele, que se abrigou em uma igreja da região.

"Eles trancaram as portas, pois não sabem se quem fez isso foi pego. Então eles fecharam as portas e pediram que as pessoas esperem aqui".










Fonte: Uol
logomarca do portal meionorte..com