Crocodilo de cinco metros é morto na Austrália e gera preocupação

Animal tinha 100 anos de idade e foi morto a tiros

Um crocodilo de 5,2 metros de comprimento foi encontrado morto na última quinta-feira (21), nas margens do rio Fitzroy, nas proximidades da cidade australiana de Rockhampton. Com uma bala alojada em sua cabeça, o assassinato do animal é uma grande preocupação para os moradores, já que, agora, a população dos répteis do local perdeu o seu macho-alfa.

De acordo com a ABC News , especialistas do Departamento de Proteção Ambiental temem que a ausência do crocodilo incentive a competição entre animais menores. Assim, os répteis mais jovens podem se tornar extremamente agressivos na briga pela posição, que agora está vaga.

O Departamento, inclusive, informou à população que é preciso ter mais cuidado do que nunca e prestar ainda mais atenção no comportamento destes animais. “As pessoas precisam entender que a morte deste animal modificou o equilíbrio da população de crocodilos”, explicou ao site o diretor de operações de biodiversidade, Michael Joyce. 

O crocodilo, que tinha mais de cinco metros de comprimento, foi assassinado na Austrália e gerou revolta (Crédito: Reprodução)
O crocodilo, que tinha mais de cinco metros de comprimento, foi assassinado na Austrália e gerou revolta (Crédito: Reprodução)

Com idade entre os 80 e os 100 anos, o animal assassinado não era um problema para as pessoas do local, Joyce esclareceu. Muito pelo contrário, ele mantinha a “ordem” no rio Fitzroy e controlava os filhotes e répteis mais novos, um fator importante para o ecossistema desta região da Austrália.

Além da preocupação quanto ao comportamento dos animais mais novos, os biólogos do local também temem que o réptil tenha sido assassinado de forma ilegal.

Consequências para o assassino

De acordo com o Ato de Conservação da Natureza de 1992, é considerado crime abater crocodilos estuarinos sem permissão das autoridades, e portanto, o responsável pelo disparo que vitimou o animal pode acabar na prisão.

Além disso, as penas são mais rígidas para o assassinato de um réptil “icônico”, ou seja, que tenha mais de cinco metros de comprimento, chegando a multas de até 28 mil dólares australianos (mais de R$ 50 mil) e até três anos na cadeia, caso o crime seja enquadrado no Ato de Crueldade Animal.

Fonte: Com informações do IG
logomarca do portal meionorte..com