DNA: mulher que pediu a exumação de Salvador Dalí não é sua filha

Corpo do artista foi exumado em julho

Os testes de DNA feitos com as amostras dos restos mortais do pintor Salvador Dalí, colhidas em uma exumação feita em julho, provaram que o surrealista não é o pai de Maria Pilar Abel Martinez, uma vidente nascida na cidade de Girona em 1956, que afirmava ser sua filha.

Segundo uma comunicado da Fundação Gala-Salvador, repercutido pela imprensa espanhola, "depois de analisadas as mostras biológicas de Pilar Abel Martínez e as obtidas na exumação dos restos mortais de Salvador Dalí , os resultados obtidos permitem excluir Dalí como pai biológico".

A exumação do corpo do pintor foi determinada pela Justiça espanhola, em julho deste ano, para a realização do teste do DNA. A catalã, que nasceu em 1956, alegava ser fruto de uma relação do artista e de sua mãe, que trabalhava como empregada em Cadaqués.

Bigode intacto

Durante a exumação do corpo do pintor, comprovou-se que os restos mortais dele, que haviam sido embalsamados, estão bem conservados. O mesmo se diz sobre o seu marcante bigode. Isso porque, de acordo com os especialistas, o bigode de Dalí estava intacto, mesmo 28 anos depois da sua morte. 

Fonte: Com informações do IG