Entidade salva mil pintinhos que haviam sido abandonados

Animais haviam sido deixados para morrer em um campo

Na última sexta-feira (17), um morador da região campestre de Peterborough, na Inglaterra, notou uma cena incomum: alguém havia deixado 1000 pintinhos recém-nascidos para morrer em um campo da região. O morador chamou a entidade Royal Society for the Preventon of Cruelty to Animals, órgão do país responsáveis pelo bem-estar dos animais, que chegaram rapidamente ao local para o resgate.

"Eu nunca havia visto isso, era um mar da cor amarela. E o barulho era inacreditável. Os pintinhos têm cerca de um dia e são muito pequenos e delicados", contou o inspetor Justin Stubbs. "Algumas das aves já estavam mortas ou morrendo quando chegamos, então tivemos que praticar a eutanásia em alguns deles. Por sorte, a maioria dos pintinhos não aparentava estava sofrendo", explicou o profissional. 

Pintinhos abandonados (Crédito: Reprodução)
Animais foram resgatados por entidade (Crédito: Reprodução)

A entidade já afirmou que está investigando o caso e quer encontrar o responsável pelo ato. Uma hipótese levantada é que os animais foram tirados de uma fazenda de aves que fica perto do local e levados até o campo.

Animais foram resgatados por entidade (Crédito: Reprodução)
Animais foram resgatados por entidade (Crédito: Reprodução)



Fonte: Com informações do Uol
logomarca do portal meionorte..com