Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

EUA: Trump deixa a Casa Branca para a posse de Joe Biden

Apenas mil pessoas poderão presenciar essa parte da cerimônia: os membros do Congresso e um acompanhante de cada um.

Compartilhe

ATUALIZADA AS 10H40

A presidência de Joe Biden começa oficialmente nesta quarta-feira (20), após ele fazer seu juramento, ao meio-dia (14 horas em Brasília). Mas esta será apenas uma parte da longa cerimônia, bastante diferente das anteriores, Sem uma grande multidão, devido à pandemia de coronavírus, e sem seu antecessor, Donald Trump, que continua não lidando muito bem com a derrota eleitoral. Informações do G1.

O presidente dos EUA, Donald Trump, deixa a Casa Branca e embarca no helicóptero da Presidência ao lado da primeira-dama Melania. O helicóptero presidencial chega à Base Andews, em Maryland. O presidente dos EUA, Donald Trump, embarcará em instantes pela última vez no Air Force One. 

Donald Trump conversa com jornalistas pela última vez na Casa Branca. Ele será o 1º presidente dos EUA a faltar à posse do seu sucessor em mais de 150 anos.

O presidente dos EUA, Donald Trump, deixa a Casa Branca ao lado da primeira-dama Melania Trump (Foto: Alex Brandon/AP) 

Donald Trump discursa na Base Andews pela última vez como presidente dos Estados Unidos. O presidente americano diz que, se não fosse a pandemia do novo coronavírus, os números da economia seriam ainda melhores. 

Trump passa a palavra para a primeira-dama dos EUA, Melania Trump. Em um breve discurso, ela afirmou a apoiadores que "ser a sua primeira-dama foi a minha maior honra". "Muito obrigado, vocês vão sempre estar nos meus pensamentos", afirmou Melania.

Posse de Biden

Joe Biden inicia o dia indo a uma missa na Catedral de São Mateus, o padroeiro das autoridades. Católico praticante, o presidente eleito convidou os líderes do Congresso, e terá a companhia da presidente da Câmara dos Representantes, a democrata Nancy Pelosi, do líder democrata no Senado, Chuck Schumer, e dos líderes republicanos de ambas as casas, Kevin McCarthy (Câmara) e Mitch McConnell (Senado).

A invocação será feita pelo padre Leo J. O’Donovan, um antigo amigo da família Biden, e o juramento de fidelidade será lido por Andrea Hall, bombeira há 28 anos e primeira mulher afro-americana na história do Departamento de Bombeiros e Resgate da Cidade de South Fulton, em Fulton County, Geórgia, a ser promovida ao posto de Capitã dos Bombeiros em 2004.

Lady Gaga, amiga de longa data de Biden e sua parceira em uma campanha contra violência sexual em 2017, canta o hino nacional. Haverá também a leitura de uma poesia por Amanda Gorman e uma apresentação musical da cantora Jennifer Lopez.

Apenas mil pessoas poderão presenciar essa parte da cerimônia: os membros do Congresso e um acompanhante de cada um. Nas posses anteriores, eram distribuídos 200 mil convites.

Para substituir os cidadãos que não puderam viajar a Washington D.C para acompanhar pessoalmente a posse, foram distribuídas cerca de 191.500 bandeiras, de tamanhos variados, incluindo algumas representando todos os estados e territórios, além de 56 pilares de luz. Eles cobrem desde o National Mall até a 13th Street.

EUA: Biden assume presidência e posse não terá Trump nem multidão - Foto: Carlos Barria/Reuters 

Após discursar pela primeira vez já como presidente dos Estados Unidos, Biden, ao lado de Harris, será acompanhado por chefes militares até o lado oposto do Capitólio. Na Fachada Leste acontece a passagem de tropas em revista, uma tradição militar que reflete a transferência pacífica de poder para um novo comandante-chefe, cargo ocupado pelo presidente.

A parada seguinte, no início da tarde, é uma visita ao cemitério militar de Arlington, onde Biden e Harris terão a companhia dos ex-presidentes Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton para depositar uma coroa de flores no túmulo do soldado desconhecido.

O ponto final será a Casa Branca. Quando se aproximarem de sua residência oficial, o novo presidente e a primeira-dama, Jill, farão parte do percurso a pé, junto com representantes de todos os ramos das forças armadas.

Já na Casa Branca, Biden inicia oficialmente seu mandato assinando seus primeiros decretos.

O tradicional baile de gala, realizado na noite da posse, também foi suspenso devido à pandemia. Ele foi substituído pelo especial “Celebrando a América” que será transmitido online e por várias emissoras de TV, com a participação do presidente, da vice, e de diversos artistas, como Lady Gaga, Jennifer Lopez, Jon Bon Jovi, Demi Lovato, Justin Timberlake e Bruce Springsteen. A apresentação é de Tom Hanks e o programa terá 90 minutos de duração, com início às 20h30 (22h30, em Brasília).



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar