Ex-jogador vira prefeito, sofre impeachment e faz greve de fome

Blanco decidiu iniciar uma greve de fome

Quem acompanhava futebol, com mais atenção, nos anos 90 e 2000, certamente se lembra do ex- jogador mexicano Cuauhtémoc Blanco, dono de rara habilidade ele não pôde usar essa mesma habilidade para se livrar de um ‘ ‘impeachment’. Aposentado desde 2016, após extensa carreira nos campos, Blanco foi eleito prefeito de Cuernavaca.


Acontece que na última sexta-feira, dia 16 de dezembro, o congresso de Morelos, região mexicana onde está localizada a cidade de Cuernava, decidiu afastar Blanco do cargo. A acusação é de que o ex-meia da seleção mexicana cometeu irregularidades em sua inscrição nas eleições para prefeito. E para voltar ao cargo, Blanco decidiu iniciar greve de fome para manter o seu lugar e acusa o governo do departamento de Moreles de estar por trás de toda a campanha por sua destituição.

O ex- jogador mexicano Cuauhtémoc Blanco
O ex- jogador mexicano Cuauhtémoc Blanco

Em uma rede social, o ex-jogador com passagens por Necaxa, Valladolid da Espanha e América-MEX, se defende:

“Não vou desistir. Não vão me derrotar assim. Vou defender meus direitos humanos e políticos. E vou defender o voto de todas as pessoas que confiaram em mim para governá-las. Sei que elas compartilham de minha impotência e irão me apoiar até as últimas consequências. Vou protestar e deixar claro todas as fraudes que estão fazendo”, escreveu em seu perfil na rede social.

Os deputados de Moreles, acusam Blanco de ter falsificado comprovantes para provar que ele reside em Cuernavaca, uma das exigências para se candidatar a prefeito.

Fonte: iG