Funcionário da Petrobras é morto por elefante em caçada na África

Caso aconteceu no último sábado

Um elefante matou um caçador argentino profissional na Namíbia, na África. O homem, outro companheiro e três guias participavam de uma caçada em uma reserva particular do país. O incidente ocorreu na tarde do último sábado (12), quando o homem foi atingido e esmagado pelo animal.

Segundo o jornal "Clarín", José Monzalvez, 46, trabalhava em uma unidade da Petrobras na Namíbia. Na viagem, ele estava acompanhado por outros assistentes expedicionários argentinos e três namibianos. Segundo a agência estatal que noticiou o caso, o caçador tinha autorização para matar animais.

José Monzalvez era caçador profissional.  (Crédito: Reprodução)
José Monzalvez era caçador profissional. (Crédito: Reprodução)

A morte de Monzalvez ocorreu depois que seu grupo tentou se refugiar em um lugar para atirar nos elefantes. Em determinado momento, por volta das 16h30, um dos animais começou a correr em direção aos caçadores até chegar à vítima, que morreu pisoteada.

Fonte: Com informações do Uol