O furacão Irma, uma poderosa tempestade que ganhou força e atingiu a categoria 5, a mais forte na escala de medidas Saffir-Simpson e considerada extremamente perigosa, segue para o Caribe e para o sul dos Estados Unidos. A trajetória de Irma ainda é incerta, mas, segundo várias projeções, passará pelo Haiti, pela República Dominicana e por Cuba, e deve chegar ao estado americano da Florida no sábado.

Nesta terça-feira, as Antilhas francesas se preparavam para a chegada do furacão, que obrigou as autoridades a fecharem escolas e portos e reforçarem as medidas para proteger a população do litoral. As ilhas no caminho da tempestade aguardam ventos possivelmente fatais, inundações litorâneas e enchentes. Alertas e advertências de furacão estavam em vigor em partes dasIlhas de Sotavento, nas Ilhas Virgens Britânicas e Americanas e em Porto Rico.

De acordo com o Centro Nacional de Furacões americano (NHC, na sigla em inglês) a tempestade que está se intensificando com ventos máximos constantes de 280 km/h e pode provocar chuvas de até 250 milímetros e ondas “grandes e destruidoras”. A categoria 5 é a mais alta da escala de ventos Saffir-Simpson. “Perigoso furacão Irma seguindo para as Ilhas de Sotavento”, comunicou o NHC. “Os preparativos devem ser apressados, já que ventos com a força de uma tempestade tropical devem chegar à área de alerta de furacão até o final de terça-feira.”

Para se preparar para a tempestade, o governo de Porto Rico declarou estado de emergência e ativou a Guarda Nacional. O território americano, lar de cerca de 3,4 milhões de habitantes, tem 456 abrigos de emergência prontos para acolher até 62.100 pessoas. As autoridades também congelaram os preços de produtos básicos, como alimentos e água, remédios, geradores de energia e pilhas, para ajudar os moradores a se aprontarem.

Nos Estados Unidos, o Estado da Flórida também já declarou estado de emergência enquanto aguarda a chegada do furacão. O governador Rick Scott disse no Twitter na segunda-feira que conversou com o presidente americano, Donald Trump, que afirmou ter “oferecido todos os recursos do governo federal enquanto os moradores da Flórida se preparam para o furacão Irma”.

Americano compra garrafas de água para estocar durante a passagem do Irma (Crédito: AFP)
Americano compra garrafas de água para estocar durante a passagem do Irma (Crédito: AFP)

2º FURACÃO EM DUAS SEMANAS

Tópicos