Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Furacão Sandy já matou 15 pessoas nos EUA e deixa milhões sem energia elétrica; fotos!

Em Nova York, ao menos 250 mil famílias ficaram sem energia elétrica.

Furacão Sandy já matou 15 pessoas nos EUA e deixa milhões sem energia elétrica; fotos!
Cidades como Nova York ficaram no escuro em consequência do furacão "Sandy" | Efe
Compartilhe

A Costa Leste dos Estados Unidos foi varrida na noite desta segunda-feira pelo furacão "Sandy", matando pelo menos 15 pessoas. No Canadá, os efeitos do "Sandy" também foram sentidos, deixando uma pessoa morta. A água inundou ruas e o metrô, deixando o sistema de transporte caótico. A ilha de Manhattan ficou paralisada. Um apagão na região deixou a sensação mais tensa. As autoridades locais pedem para que as pessoas não saiam de casa.

Em Nova York, 7 pessoas morreram. Uma das vítimas foi um homem de 30 anos, que morreu atingido pela queda de uma árvore no Queens. Em Nova Jersey, há três mortos, dois deles atingidos por uma árvore, que caiu sobre um carro no condado de Morris. Na Pensilvânia, duas pessoas morreram, uma atingida por árvore e outra no desabamento de uma casa.







Em Maryland, uma mulher morreu ao bater com o carro em uma árvore. Na Virgínia Ocidental, outra mulher colidiu com um caminhão. Na Costa da Carolina do Norte, uma tripulante de um veleiro morreu no hospital após ser resgatada no mar. Em Toronto, uma mulher morreu ao ser atingida por uma placa de publicidade que se desprendeu.

O "Sandy" chegou na noite desta segunda-feira em Nova Jersey com ventos de 130 km/h e deslocando-se a 37 km/h. O olho do fenômeno atingiu as proximidades de Atlantic City. Em Nova York, ao menos 250 mil famílias ficaram sem energia elétrica.

O nível de água em Nova York atingiu altura inédita desde 1821. Mais de 7 milhões de pessoas estão sem luz, 2 milhões só em Nova York, deixando prejuízos que podem ultrapassar US$ 15 bilhões. O presidente Barack Obama declarou os estados de Nova York e Nova Jersey regiões de "grande desastre".

A região entre Nova Jersey e Connecticut foi a que corre o maior risco, explicaram meteorologistas. A tormenta, considerada um furacão, foi rebaixada de categoria antes de atingir Nova Jersey, mas deixa um grande rastro de destruição no país.








Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar