Homem criticado por caçar animais selvagens morre durante caçada

Ponzetto causou indignação ao posar ao lado de um leão abatido.

O veterinário italiano, Luciano Ponzetto, de 55 anos, que ficou conhecido nas redes sociais por compartilhar fotos de suas caçadas, morreu ao escorregar na neve e cair de um penhasco de 30 metros de altura no último sábado (10).

Segundo o jornal The Sun, o italiano caçava pássaros com um amigo em Colle delle Oche, nas proximidades de Turim, na Itália, no momento da queda.  Um porta-voz da polícia italiana disse ao jornal que o serviço de resgate foi chamado por esse amigo. "Ele morreu instantaneamente e não havia nada que pudesse ser feito", disse a autoridade.

Em novembro de 2015, Ponzetto causou indignação ao postar fotos ao lado de um leão abatido durante um safari na África. Além de ser muito criticado na web, ele foi alvo de manifestações em sua clínica e de campanhas de ódio.

Na ocasião, Ponzetto se defendeu dizendo que ser um veterinário "não era moralmente ou profissionalmente incompatível com a caça". Ele chegou a afirmar que tomaria medidas legais contra os meios de comunicação que publicassem a história.


Fonte: Uol
logomarca do portal meionorte..com