Homem fica preso em caixa eletrônico e é salvo com bilhete em saque

Homem era funcionário da empresa que cuidava do terminal

A cidade de Corpus Christi, no Texas, Estados Unidos, foi palco de uma inusitada situação na tarde da última quarta-feira (12), quando um solitário caixa eletrônico resolveu que precisava de companhia e, na primeira oportunidade, prendeu um homem dentro da máquina.


Brincadeiras à parte, a história que se seguiu na cidade norte-americana é bizarra. O que aconteceu é que um funcionário do “Bank of America”, que precisava fazer reparos em uma sala adjacente ao caixa eletrônico , acabou ficando preso dentro da máquina. Uma de suas tarefas era trocar a fechadura do compartimento, mas seu trabalho foi interrompido quando a máquina o “capturou” e o manteve preso por cerca de duas horas.

Tudo poderia ser resolvido com a ajuda de um pequeno aparato eletrônico – o celular – , mas sem o seu aparelho, o homem ficou de mãos atadas e precisou recorrer aos clientes que realizavam saques na máquina, localizada em uma avenida movimentada da cidade.

Solução desesperada

Com a criatividade a todo vapor, o americano resolveu escrever pequenos bilhetes pedindo ajuda, que foram colocados junto com o dinheiro sacado pelos clientes. "Por favor me ajude, estou preso aqui dentro e não tenho meu telefone. Por favor, ligue para o meu chefe no número 210 - *** - *** - ***", dizia um dos bilhetes com o apelo. 

O plano quase não deu certo, já que a maioria das pessoas que recebeu a mensagem pensou estar diante de uma brincadeira ou pegadinha de televisão. Porém, tudo mudou quando uma alma solidária acreditou nas palavras escritas à mão e chamou a polícia.

Segundo o site "KZTV 10", a autoridade responsável pelo caso, Richard Olden, contou que a cena tinha tudo para ser uma piada, e que “esse é o tipo de coisas que você nunca mais vai ver na sua vida, imagine, uma pessoa presa em um caixa eletrônico? É completamente louco ”. O policial ainda informou que, apesar das duas horas de sofrimento, o homem passa bem.




Fonte: iG
logomarca do portal meionorte..com