Oito pessoas - dois adultos e seis crianças - morreram na madrugada deste domingo (26) em um incêndio que atingiu dois prédios do bairro hispânico de La Villita, em Chicago, nos Estados Unidos.

O incêndio teria começado no segundo andar de um edifício residencial de três andares e posteriormente se propagou a outro vizinho, onde estavam as vítimas. Segundo um porta-voz dos bombeiros, Larry Langford, algumas das crianças que morreram estavam dormindo no local mas não moravam ali.

 (Crédito:  Scott Olson/ Getty Images North America/ AFP)
(Crédito: Scott Olson/ Getty Images North America/ AFP)

As autoridades não divulgaram seus nomes, nem suas idades. Um mulher que se identificou como a tia de algumas das vítimas disse ao jornal local "Chicago Tribune" que entre as vítimas havia quatro irmãos de uma família, três de outra família e um jovem que era um amigo próximo do grupo.

Marcos Contreras, de 15 anos, disse ao jornal que perdeu irmãos e primos. Ele foi de madrugada até o prédio em que estavam. "Quando cheguei lá, a casa toda está em chamas. Estavam tirando meus primos e meus irmãos", disse.

Além das oito vítimas, dois jovens foram transferidos a um hospital próximo, ambos em estado crítico, segundo meios de comunicação locais. Um bombeiro também foi internado, embora se encontre em "bom estado", detalharam os bombeiros na sua conta do Twitter.