Papa Francisco pede paz em Jerusalém e fala em "solução negociada"

"Os ventos da guerra estão soprando no mundo", disse.

O papa Francisco pediu nesta segunda-feira "paz para Jerusalém e toda a Terra Santa" e rezar para alcançar "uma solução negociada" afim de chegar à criação de dois Estados em sua mensagem Urbi et Orbi de Natal. O diálogo foi o cerne do discurso do líder religioso. Ele lamentou "os ventos da guerra" no mundo que se refletem no sofrimento das crianças, fazendo menção a tensões em outras regiões como Venezuela, Península Coreana e África.

"Os ventos da guerra estão soprando no mundo e uma modelo atrasado de desenvolvimento continua a produzir o declínio humano, social e ambiental".

Papa Francisco (Crédito:  Alessandra Tarantino / AP)
Papa Francisco (Crédito: Alessandra Tarantino / AP)

Foi a segunda vez que o pontífice fala publicamente sobre Jerusalém desde que o presidente americano Donald Trump reconheceu a cidade sagrada a três religiões — islamismo, judaísmo e cristianismo — como capital de Israel, o que gerou furor e indignação no mundo árabe. Ele pedira anteriormente que o status da cidade fosse respeitado, diante das tensões que emergiram com a decisão americana.

Neste dia da festa, invocamos o Senhor pedindo paz para Jerusalém e para toda a Terra Santa — disse o Papa. — Rezemos para que entre as partes envolvidas prevaleça a vontade de retomar o diálogo e, finalmente, chegar a uma solução negociada, permitindo a coexistência pacífica de dois Estados



Fonte: Com informações do G1
logomarca do portal meionorte..com