Professoras são condenadas por amarrarem alunas 'desatentas'

Crianças ainda foram vendadas com fita adesiva

Duas professoras foram condenadas e transferidas para outra escola após amarrarem e vendarem duas alunas acusadas por elas de estarem "desatentas" em sala de aula, em escola em Surin, na Tailândia.

Fotos das alunas sendo punidas diante de colegas circularam recentemente por redes sociais, gerando revolta e comoção no país.

"O professor que me passou as fotos disse que as outras professoras tinham punido a minha filha e uma amiga prendendo as mãos e vendando os olhos com fita adesiva", comentou o pai de uma das meninas, de acordo com o tabloide londrino "Sun".

As professoras, que não foram identificadas, forem condenadas a pagar o equivalente a R$ 3.530 de indenização às famílias envolvidas.

Meninas punidas em sala de aula por 'desatenção  (Crédito: Reprodução)
Meninas punidas em sala de aula por 'desatenção (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Extra
logomarca do portal meionorte..com